22° Muito nublado
Setúbal - Uma Baía a Ler 2019

Leitura e dramatização poética, expressão corporal dramática e apontamentos musicais protagonizados por alunos de escolas do concelho compuseram o espetáculo “Setúbal – Uma Baía a Ler”, na manhã de dia 12 no Fórum Municipal Luísa Todi.


 

Perto de três centenas de crianças e jovens, de todos os níveis de ensino, marcaram presença na sexta edição da iniciativa, organizada pelo Grupo de Trabalho das Bibliotecas Escolares do Concelho de Setúbal, com o apoio da Câmara Municipal.

A ação, no âmbito da XIII Semana da Leitura, promovida pelo Plano Nacional de Leitura do Ministério da Educação, pretendeu dar voz e espaço aos leitores mais novos, através da partilha do gosto de ler, a par da exploração de sonoridades e da musicalidade das palavras e das frases.

“O Prazer de Ler” deu o mote à edição deste ano, que começou perto das 10h00, com um bailado embalado por luzes e cores ao som de música clássica, pelos alunos do Curso Profissional de Artes do Teatro e Interpretação do Agrupamento de Escolas Ordem de Sant’Iago.

Ao longo da manhã, no Fórum Luísa Todi, crianças e jovens foram sendo convidados a partilhar o gosto pela leitura, através de várias atividades.

Alunos do Agrupamento de Escolas Sebastião da Gama, com recurso a um jogo de luzes e vozes, adaptaram e interpretaram os poemas “O Sonho” e “Versos Para eu Dizer de Joelhos”, do poeta azeitonense Sebastião da Gama.

Uma apresentação sobre a temática marítima, denominada “Fundo do Mar”, com a música “Se Foi Amor”, do projeto Xave, encabeçado pelo jornalista Rodrigo Guedes de Carvalho e pela cantora Isabelinha, foi a escolha dos alunos do Agrupamento de Escolas de Azeitão.

O espetáculo multidisciplinar prosseguiu com a apresentação “Descobrir o teatro com: Karl Valentim”, através da leitura dos poemas “Ida ao Teatro” e “Casa para vender”, por alunas da Escola Secundária du Bocage.

De seguida, foi a vez de alunos da Escola Básica dos Arcos, em representação do Agrupamentos de Escolas Barbosa du Bocage contarem a “História do Livro Ativo”, da autora Conceição Areias.

A festa continuou com a performance “Viva a Leitura”, por alunos do Agrupamento de Escolas Lima de Freitas, através da leitura do poema “Era um sonho”, de João Pedro Mésseder, seguida da adaptação livre de “Todo o tempo do mundo”, de Rui Veloso, com letra associada à temática da literatura.

Outro dos momentos da manhã foi a interpretação do poema “Calçada de Carriche”, de António Gedeão, por alunos da Escola Secundária D. João II, seguido da apresentação da peça “Setúbal, uma inspiração”, com personificações de Luísa Todi, Bocage e Sebastião da Gama, pelos alunos da Escola Profissional de Setúbal.

Após o intervalo foi a vez de as crianças da EB do Monte Belo subirem ao palco, identificadas com lenços cor de laranja ao pescoço, para apresentarem o poema “Dromedário”, de Sérgio Capparelli.

O momento romântico da iniciativa foi da responsabilidade de um grupo de cinco alunos da Escola Secundária D. Manuel Martins, com a apresentação de “Roseiral do Amor”.

O encerramento da edição deste ano do projeto “Setúbal – Uma Baía a Ler” esteve a cargo do Grupo de Trabalho das Bibliotecas Escolares do Concelho de Setúbal, com a leitura do poema de Jorge de Sousa Braga, “As Árvores e os Livros”.