23° Céu limpo
Visita investimentos EB da Azeda

O presidente da Junta de Freguesia de São Sebastião e o executivo municipal visitaram, a 2 de dezembro, a EB da Azeda, para apreciar as intervenções realizadas este ano no âmbito de um investimento conjunto das autarquias, com financiamento comunitário.


Arranjos exteriores e execução de uma nova entrada, foram algumas das melhorias mais visíveis na EB da Azeda, incluídas no plano de requalificação do parque escolar levadas a cabo pela Câmara Municipal e pela Junta de Freguesia de São Sebastião, no âmbito do Portugal 2020.

As intervenções abrangeram também a substituição da cobertura do edifício, a execução de pinturas, a remodelação da cozinha e do refeitório, entre outras, que permitiram beneficiar as condições de trabalho e conforto nesta escola.

Durante a visita o presidente da Junta de Freguesia de São Sebastião afirmou que, atualmente, existe “um parque escolar inteiramente requalificado, com condições plenas para a comunidade escolar desempenhar as suas funções”.

“Em 2002 o parque escolar estava num estado lastimável e a descentralização de competências do município para as juntas de freguesia permitiu fazer a requalificação de forma muito mais célere”, lembrou Nuno Costa, que se mostrou bastante satisfeito e orgulhoso com os resultados obtidos, fruto desse trabalho conjunto.

A Junta de Freguesia acompanhou as grandes intervenções que a Câmara Municipal executou, com obras complementares, como por exemplo, a instalação de persianas no monobloco (sala de inglês), a colocação de novo piso e substituição do sistema de persianas/caixilharia da sala de música. “Vamos tão longe quanto é possível, indo muitas vezes além do estabelecido no acordo de execução”, revelou o autarca.

A presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, destacou igualmente a parceria com as juntas de freguesia que, “independentemente da descentralização, ainda fazem mais do que lhes compete. Nas escolas e não só!”

Maria das Dores Meira, ao destacar a remoção total do fibrocimento das escolas sob alçada municipal, frisou que as “as escolas são equipamentos de grande e rápido desgaste. Falta sempre alguma coisa. No entanto, estamos muito orgulhosos do trabalho que fizemos”.

O investimento global de perto de 3 milhões dos últimos três anos contemplou a requalificação e ampliação de infraestruturas de ensino pré-escolar, básico e secundário, concretizado em quatro fases e em 15 estabelecimentos de ensino.

De salientar que o investimento efetuado pela Junta de Freguesia de S. Sebastião na requalificação e manutenção das dez escolas básicas nas quais tem competências delegadas, traduziu-se em mais de 400 mil euros, valor referente apenas aos últimos três anos.