22° Parcialmente nublado
Exposição | Jaime Duro | Ver a Partir de Dentro | Biblioteca Pública

“Ver a partir de dentro”, de Jaime Duro, patente a partir de dia 3 na Biblioteca Pública Municipal de Setúbal, reúne meia centena de pinturas com técnicas e suportes inovadores, tendo como base o reaproveitamento de materiais.


Intitulada “Ver a partir de dentro”, esta exposição individual do artista autodidata Jaime Duro apresenta meia centena de obras pouco convencionais, materializadas em vários suportes, incluindo, entre outras, portas daquilo que foram armários, pedaços de tábuas ou de madeira prensada e peças pintadas com os dedos e de forma impulsiva.

“Alguns trabalhos são feitos sobre telas de qualidade medíocre, que nalguns casos já estavam pintadas. O cartão pode ser um cartão qualquer, inclusive uma caixa. Trata-se em grande parte de materiais abandonados ou deitados fora, por vezes algo deteriorados”, destaca António Galrinho, curador da mostra.

“Ver a partir de dentro”, igualmente organizada pela Câmara Municipal de Setúbal, inclui algumas obras que aparentam estar incompletas e outras trabalhadas com mais tempo.

Paisagem urbana e natural, retratos e autorretratos, naturezas-mortas e outro tipo de composições ou figuras, por vezes com carga simbólica, fazem também parte das diversas abordagens de Jaime Duro, artista que marca presença na exposição no dia 4, às 11h00.

“Ver a partir de dentro” pode ser apreciada até 31 de agosto nos serviços centrais da Biblioteca de Setúbal, no horário de funcionamento ao público do equipamento municipal, de segunda a sexta-feira das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

 

Documentos Relacionados