24° Nublado
Biblioteca de Quelimane

Setúbal está a promover junto da comunidade sadina uma campanha de angariação de livros destinados a apetrechar a Biblioteca Pública Municipal/Provincial de Quelimane, cidade moçambicana geminada com o concelho português.


 

A iniciativa resulta de visitas recentes de comitivas de Setúbal a Quelimane, no âmbito de outras ações de solidariedade já realizadas ou em curso, durante as quais se constatou que a principal biblioteca daquela província de Moçambique, uma das maiores do país, tem um acervo totalmente desprovido de livros.

A campanha a decorrer em Setúbal destina-se à recolha da maior quantidade possível de livros dos géneros literário e técnico, de autores lusófonos ou estrangeiros, em língua portuguesa.

A ação decorre ao longo dos próximos dois meses, destinando-se os títulos, angariados junto da população, estabelecimentos de ensino e entidades de Setúbal, a apetrechar, em exclusivo, a Biblioteca Pública Municipal/Provincial da cidade de Quelimane.

Todos os interessados em contribuir para esta campanha devem entregar os livros a oferecer no quartel da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal, localizado no Monte Belo, contactando, para o efeito, o subchefe principal Carlos Marques.

Na impossibilidade de se entregar as doações nas instalações dos Bombeiros Sapadores de Setúbal, deve ser contactado o assessor da presidência da Câmara Municipal Álvaro Oliveira, através do número 917 165 278 ou do endereço alvaro.oliveira@mun-setubal.pt.

Setúbal e Quelimane estão geminadas desde o ano 2000, parceria que tem resultado em várias iniciativas de cooperação bilaterais.

No âmbito da geminação, o concelho sadino já acolheu bolseiras de Quelimane no Instituto Politécnico de Setúbal e promoveu, através de campanha mecenática, a construção de 15 poços de água potável.

A construção dos poços, entre 2017 e 2018, contribuiu para a melhoria da qualidade de vida em várias zonas da província moçambicana e, como acréscimo, está a reduzir a taxa de absentismo escolar, com mais crianças a poderem ir à escola, em vez de terem que assumir a tarefa de realizar trajetos de vários quilómetros para obtenção de água potável para as famílias.

Uma campanha de angariação, realizada ao longo de 2018, traduziu-se no envio de Setúbal para Quelimane de uma ajuda com mais de 23 toneladas de bens de diferentes naturezas.

Através desta ação, denominada “Setúbal Ajuda Quelimane”, chegaram à população daquela província moçambicana, por exemplo, roupas para homem, mulher e criança, brinquedos, assim como material escolar e de saúde, entre o qual medicamentos, fraldas e sapatos ortopédicos.

Em paralelo, está atualmente a ser construída uma escola nova, de raiz, no Bairro de Ivagalane, fruto de outra campanha solidária desenvolvida por Setúbal, que, desta vez, contou com o contributo mecenático de uma empresa de construção.

Para apetrechar o estabelecimento de ensino, que deve ficar concluído no primeiro semestre deste ano, foi desenvolvida uma outra ação de solidariedade junto da população de Setúbal, através da qual vai ser possível equipar as novas instalações com material escolar e didático.

Nesse sentido, está ainda a decorrer uma ação de angariação de manuais escolares, à semelhança do que agora sucede em relação aos livros para a biblioteca, cuja entrega está centrada igualmente no quartel dos Sapadores de Setúbal.