24° Parcialmente nublado
Aniversário do Centro Comunitário

O Centro Comunitário de S. Sebastião celebrou o seu 13.º aniversário no Miradouro de S. Sebastião, no passado dia 11 de maio, com um programa diversificado que contou com a presença do presidente do executivo da Junta de Freguesia de S. Sebastião e da vereadora da Câmara Municipal, Carla Guerreiro. 


“Temos o desejo de abrir este projeto à comunidade, para que a Igreja possa ir ao encontro da população e estarmos juntos no amor que nos une”, afirmou, durante a sessão solene de aniversário, o padre Casimiro Henriques, pároco que preside ao Centro Social e Paroquial de S. Sebastião.

Por seu lado, o presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião, que participou no almoço comunitário que antecedeu a sessão, felicitou o trabalho da instituição “que tem, efetivamente, uma perspetiva de intervenção comunitária”, que Nuno Costa deseja que se mantenha, “porque é transformadora da sociedade, numa sociedade mais solidária, humana e fraterna”.

O autarca aproveitou também a oportunidade para reiterar o apoio ao Centro Comunitário, com o qual mantêm uma parceria. “Podem contar connosco para trilhar este caminho e dar continuidade a este trabalho que tem impactos profundos na vida das pessoas”, expressou Nuno Costa, antes de entregar a lembrança do executivo da JFSS à instituição aniversariante, como símbolo dessa parceria.

Satisfeita com a evolução do projeto que “faz sentido”, a vereadora da Câmara Municipal, Carla Guerreiro, declarou que o Centro Comunitário de S. Sebastião “diz muito daquilo que queremos para a cidade: uma comunidade coesa, forte e preparada para os embates”.

Seguidamente à sessão solene e à distribuição das fatias do bolo de aniversário, a animação tomou conta do emblemático Miradouro de S. Sebastião com a atuação dos Bombo’Sapiens da APPACDM de Setúbal e do grupo Cantares do Sado.

Um Mercado Comunitário foi instalado no Miradouro, com artesanato e a presença de instituições como a APPACDM, The Big Hand e Agrupamento de Escuteiros 59. Os jogos tradicionais, numa iniciativa da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto, da Federação das Coletividades do Distrito de Setúbal e do Instituto Português do Desporto e da Juventude, também ajudaram a animar a comunidade neste dia de festa.