15° Céu limpo
Feira do Chocolate e da Laranja

O Jardim de Monte Belo acolhe, de 30 de janeiro a 2 de fevereiro,  a 2.ª edição da Feira do Chocolate e da Laranja, certame de entrada gratuita, dinamizado pela Junta de Freguesia de São Sebastião.


No evento, que durante quatro dias anima o Jardim de Monte Belo, são protagonistas os expositores de venda de iguarias gastronómicas com chocolate, tais como bombons, bombocas, chupa-chupas, bolos, pastéis, licores, crepes e waffles. A laranja assume um papel secundário, mas igualmente delicioso, com realce para a comercialização do fruto e do licor de laranja, representando esta última uma novidade na feira.

Combinando estes dois ingredientes, não faltará a presença do pastel “Bocageano”, um doce lançado em 2018 pela Junta de Freguesia de São Sebastião em parceria com a empresa setubalense “Doces Afectos”. Esta empresa já comercializou mais de quatro mil exemplares do bolo que presta homenagem à história da freguesia e ao poeta Bocage.

Com muito mais para oferecer, o evento conta com uma zona de restauração onde não vão faltar os pães com chouriço, o bolo do caco, os frutos do mar e as farturas, entre outros petiscos. Complementando a gastronomia, o artesanato ocupa uma parte do recinto, assim como os divertimentos infantis, nomeadamente trampolins e insufláveis.

A animação musical ao vivo é outro dos atrativos desta feira, com abertura marcada para as 18h00 de 30 de janeiro, cabendo ao artista André Patrão a primeira atuação, pelas 21h00.

Na noite seguinte, o baile fica por conta de João Tendeiro, entre as 21h00 e as 23h00. Hélder Cardoso inicia a animação pelas 20h00 de 1 de fevereiro, preparando o público para a atuação do veterano dos palcos Alex “Mister Gay”, que promete um espetáculo muito alegre. No dia 2 de fevereiro, David Rosa encerra o cartaz com a sua atuação a iniciar pelas 15h30.

A Feira do Chocolate e da Laranja, a par de outras iniciativas promovidas pela Junta de Freguesia de São Sebastião, como a Feira do Fumeiro e o Magusto de São Sebastião, cumpre os objetivos de regenerar o espaço público, ampliar a oferta cultural de proximidade e contribuir para o fortalecimento da vida comunitária.