19° Céu limpo

Questões como a gravidez na adolescência, a violência no namoro e a relação da sexualidade com as novas tecnologias são abordadas num ciclo de debates a decorrer nas escolas do concelho de Setúbal durante o mês de janeiro.


A questão “Vamos falar de sexo a sério?” é o mote do ciclo de 11 debates que, entre os dias 7 a 11 de janeiro, percorre os estabelecimentos de ensino do 3.º ciclo e dos ensinos secundário e profissional.

A Câmara Municipal de Setúbal, membro da Associação Internacional das Cidades Educadoras, leva um painel de convidados às escolas para falar sobre temas da atualidade e de interesse para os jovens.

Este ano sob a temática da vivência da sexualidade na adolescência, durante uma hora e meia estão em discussão temas como a gravidez na adolescência, a prevenção da violência física e psicológica no namoro, a questão do sexo seguro e a relação da sexualidade com as novas tecnologias.

Em destaque está também a problemática dos casos de revenge porn, pornografia não consensual que resulta da publicação nas redes sociais de imagens íntimas de terceiros sem autorização, que tem vindo a ser cada vez mais frequente entre adolescentes.

Cada sessão conta com um painel de dois a quatro oradores, representantes de grupos formais e informais, cuja área de trabalho ou intervenção se enquadra na temática, deixando ainda espaço para a participação ativa do público.

A acompanhar o ciclo de debates em todas as escolas marca presente a youtuber e humorista Marta Bateira, cujo nome artístico é Beatriz Gosta, também conhecida no mundo do rap como M7.

O painel de convidados para a discussão da temática da sexualidade na adolescência nas escolas inclui ainda a autora do livro “Em minha casa ou na tua” e pós-graduada em sexologia Sílvia Baptista e a investigadora e membro da associação “Não Te Prives” Luciana Moreira.

O ciclo de debates conta igualmente com participantes que apresentam testemunhos pessoais sobre gravidez na adolescência, com investigadores da área da igualdade de género e da violência no namoro e com representantes de associações.

Com o objetivo de incentivar os jovens para o envolvimento ativo na vida da comunidade e fomentar o debate, todas as sessões são abertas a intervenções dos alunos, que podem colocar questões e tirar dúvidas com os convidados presentes, através de participação ativa e direta ou anonimamente por escrito.