A sessão pública, de entrada livre, conta com a participação da presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, e da equipa técnica da sociedade de consultores Augusto Mateus & Associados, que trabalha o plano em colaboração com a autarquia desde dezembro de 2014.

O Plano Estratégico de Desenvolvimento Setúbal 2026 constitui um instrumento abrangente que reúne uma perspetiva integrada do território, nomeadamente com enquadramentos nas áreas de desenvolvimento económico, do reforço da coesão social e da proteção ambiental.

As conclusões desta ferramenta são apresentadas depois da realização de um diagnóstico prospetivo, no qual foram identificadas virtudes, dificuldades, necessidades e potencialidades no concelho de Setúbal, e de uma fase de auscultação e recolha de contributos da população.

O que o Governo tem de fazer em Setúbal
O que o Governo tem de fazer em Setúbal