12° Muito nublado
Covid-19 | Doação ao Centro Comunitário de S. Sebastião

A Junta de Freguesia de S. Sebastião entregou, na semana passada, um abastecimento de bens alimentares e equipamentos de proteção ao Centro Comunitário de S. Sebastião, instituição que está a apoiar mais de trinta famílias carenciadas do concelho.


O contributo da Junta de Freguesia de S. Sebastião “foi fundamental”, garantiu Cláudia Pereira, diretora técnica do Centro Comunitário de S. Sebastião, instituição que alargou exponencialmente o número de famílias abrangidas pelo seu programa de apoio alimentar nos últimos meses, devido à atual conjunta causada pela pandemia por Covid-19.

Leite, iogurtes e ovos foram alguns dos alimentos solicitados pela responsável à Junta de Freguesia de S. Sebastião, por serem produtos “que nem sempre conseguimos angariar e que são importantes para garantir uma boa alimentação das famílias”. A doação incluiu, também, hortaliças, frutas, manteiga, azeite, enlatados, entre outros bens essenciais.

Além dos produtos alimentares, foram doados produtos de limpeza, assim como viseiras e álcool gel para que os oito funcionários do Centro Comunitário possam realizar as entregas ao domicílio em segurança.

De referir que a instituição já tinha sido beneficiada anteriormente por esta autarquia, há umas semanas, através de uma contribuição financeira e dezenas de litros de álcool gel.

“Mais uma vez conseguimos responder ao apelo de uma instituição local de solidariedade social, que está a fazer um enorme esforço para reforçar o apoio às famílias do concelho que ficaram ainda mais fragilizadas com o atual contexto”, expressou Nuno Costa, presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião, que enalteceu “todas as instituições, coletividades, autarquias, empresas e cidadãos que têm contribuído, à sua escala, para o bem-estar comum, durante esta crise”.

Anteriormente ao Estado de Emergência nacional, o Centro Comunitário de São Sebastião garantia apoio alimentar a doze agregados familiares, num total de 25 pessoas.

Ao longo dos últimos dois meses esse número disparou e, atualmente, são apoiadas, todas as semanas, mais de trinta famílias residentes no concelho, o que corresponde a 82 pessoas beneficiadas.

Além das pessoas acompanhadas regularmente, “recebemos, durante as últimas semanas, pedidos de apoio que nos são encaminhados pelo Instituto da Segurança Social e pela Proteção Civil”, explicou a responsável, revelando que a capacidade de resposta da instituição está perto do limite, tendo em conta os meios de que dispõe.

Face ao aumento dos pedidos, os donativos angariados mensalmente junto da comunidade, durante o “domingo de partilha”, na Igreja de S. Sebastião e na Igreja do Coração de Maria, tornaram-se insuficientes, conduzindo ao lançamento de uma campanha solidária, no final do mês de março, em cooperação com o São Domingos Futebol Clube.

Na sequência desse apelo, “temos recebido donativos em géneros e em dinheiro, por parte de algumas empresas e instituições, mas também de particulares”, indicou Cláudia Pereira.

A boa adesão da comunidade à campanha foi confirmada pelo presidente da direção do S. Domingos F.C., coletividade que recolheu cerca de meia centena de generosos donativos, incluindo muitos contributos internos, nomeadamente de atletas e equipa técnica das suas equipas de futebol de formação, veteranos e futebol de praia, assim como de membros da própria direção do clube.

Além de colaborar com o Centro Comunitário, a coletividade, sediada no bairro de S. Domingos, reabriu as suas portas para prestar serviços à comunidade, nomeadamente a confeção e venda de refeições rápidas e pão.

“Houve muitas solicitações por parte dos moradores, porque praticamente todos os estabelecimentos comerciais estavam encerrados, por isso decidimos fornecer bens alimentares em regime de take away”, revelou Miguel Aleixo, dirigente do clube.

Os interessados em dar o seu contributo podem entregar, na sede do S. Domingos F.C., no Jardim de Palhais, ou no Centro Comunitário São Sebastião (Praça General Luís Domingues, 32 – ao lado da Igreja da Boa Hora), produtos alimentares (leite, iogurtes, ovos, cereais, massas, etc.), produtos de limpeza e higiene (lixívia, gel de banho, champô, pasta de dentes, etc.).

Em alternativa, podem fazer um donativo sem sair de casa, realizando transferência bancária para a conta PT50 0036 0043 9910047416 75 e enviando comprovativo e dados fiscais para emissão de recibo para o e-mail geral@cspss.pt.