17° Possible Light Rain
Fish Day 2019

Setúbal é concelho pioneiro numa iniciativa relacionada com o consumo responsável e sustentado de pescado, numa ação a decorrer ao longo do dia 27 de setembro em vários restaurantes da cidade.


A primeira Fish Day a decorrer em Portugal, organizada pela ANP – Associação Natureza Portugal, representante nacional da WWF – World Wildlife Fund, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, assenta no mote “Peixe e Marisco Sustentável para a Natureza e para as Pessoas”.

Este Dia do Peixe tem o envolvimento de vários restaurantes da cidade, nomeadamente, A Casa do Peixe, Casa do Mar, Martróia, Novo 10, O Miguel, Rebarca, Restaurante Miami, Ribeirinha do Sado, Sangue na Guelra, Tasca da Fatinha, Tasca Xico da Cana e Tasca Kefish.

Ao longo do dia 27, os doze estabelecimentos aderentes estão assinalados com a sinalética da iniciativa e apresentam uma “Ementa Fish Day”, com sugestões de pratos em que é valorizado o consumo responsável e sustentável de peixe, tendo em conta as preocupações de sustentabilidade, como dimensão da espécie e origem e certificação do pescado.

O Fish Day foi apresentado esta manhã na Casa da Baía, numa conferência em que a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, reiterou que “é com grande sentido de responsabilidade” que a cidade se associa a este evento pela primeira vez assinalado em Portugal.

“Somos, desde sempre, uma terra de peixe e de pescadores. Temos todo o interesse em preservar este extraordinário recurso, utilizando-o cada vez mais no respeito pelas regras de sustentabilidade. Sermos os primeiros faz todo o sentido.”

Para a autarca, estão criadas as melhores condições para que seja possível “continuar a cooperar e a valorizar Setúbal como terra de peixe e de pesca que é, sempre com a preocupação de garantir a sustentabilidade”, numa atividade profissional “que ocupa importante lugar no concelho”.

A iniciativa Fish Day decorre no âmbito do projeto internacional Fish Forward, conduzido pela WWF, a maior organização não governamental na liderança de projetos de conservação do meio ambiente, e visa implementar uma maior consciência ambiental e ecológica junto da população.

Na apresentação desta manhã, a CEO da WWF – Associação Natureza Portugal, Ângela Morgado, reconheceu que Setúbal “está a dar um sinal claro de que se preocupa com o ambiente, com as pessoas que dependem do mar para viver e com o consumo responsável”.

Ângela Morgado referiu ainda que, para a WWF, “este é um dia importante” para o trabalho em prol da conservação ecológica mundial.

Hoje assinala-se o Dia Internacional do Turismo e decorre a Greve Climática Global, numa época em que, na ótica da responsável pela Associação Natureza Portugal, a perda da natureza nunca foi tão acentuada.

“Por isso, acho que ações como esta que estamos aqui a realizar pela primeira vez são a forma de fazermos algo que possa fazer a diferença para de retomar o bem-estar da natureza. Acreditamos na recuperação.”

A iniciativa Fish Day é incorporada no projeto Fish Forward, co-financiado pela União Eurpeia, que sensibiliza para o consumo sustentável de produtos do mar, ao mesmo tempo que propõe a alteração de comportamentos de consumidores e empresas na Europa, com base numa maior consciencialização e maior conhecimento das implicações que o consumo e o fornecimento de pescado têm sobre as pessoas e os oceanos nos países em desenvolvimento.

Os objetivos passam igualmente por, até 2020, garantir que consumidores e empresas assumam a responsabilidade da escolha de produtos do mar sustentáveis, para, assim, contribuírem ativamente para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis, bem como para a mitigação e adaptação às alterações climáticas.

Mais informações sobre o Projeto Fish Forward podem ser consultadas no site, https://www.fishforward.eu/pt-pt/