18° Céu limpo

Setúbal Wine & Flavours

A Câmara Municipal de Setúbal e a Associação da Baía de Setúbal, com o apoio da Comissão Vitivinícola da Região da Península de Setúbal (CVRPS), promovem anualmente o evento Setúbal Wine & Flavours, destinado a valorizar o segmento dos vinhos e da gastronomia da região de Setúbal.

Com a participação de diversos convidados do setor enogastronómico regional, nacional e internacional, o evento conta, a cada edição, com áreas de exposição, provas de vinhos comentadas e sessões de showcooking, degustações, workshops e palestras, atividades que são complementadas por um programa de animação cultural.

O Setúbal Wine & Flavours conta, ainda, com a parceria da Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, que habitualmente acolhe o evento nas instalações localizada no antigo Quartel do 11.

A mostra integra um salão de vinhos e de gastronomia que consagra o trabalho que tem sido desenvolvido pelos produtores vinícolas regionais.

O certame serve, ainda, como montra de vinhos de Espanha, com destaque para representações habituais de produtores da Comunidade Autónoma da Extremadura.

Moscatel de Setúbal

Mais de cem anos volvidos desde a criação da Denominação de Origem Controlada de Setúbal, o Moscatel é hoje um ícone da região.

A D.O.C. de Setúbal é uma das mais antigas do País, criada a 1 de outubro de 1908. Abrange exclusivamente vinhos generosos brancos, com base na casta Moscatel de Setúbal, ou tintos, com base na casta Moscatel Roxo.

Em ambos os casos, as castas correspondentes têm de estar presentes em, pelo menos, 87 por cento do mosto utilizado, sendo que a área da D.O.C. abrange os concelhos de Setúbal, Palmela e parte do de Sesimbra.

As uvas moscatel, que batizam o vinho generoso, são vindimadas bem maduras, sendo a fermentação interrompida com a adição de aguardente, o que confere, em média, os 18º de álcool e o sabor doce.

O líquido estagia quatro anos em barris de 180 litros. Só depois se acede à cor topázio-dourada, à textura licorosa e ao paladar intenso e inconfundível de um néctar ideal para acompanhar uma sobremesa ou uma agradável conversa pela noite dentro.

Por ocasião do centenário da Denominação de Origem Controlada de Setúbal, a Comissão Vitivinícola e a Câmara Municipal promoveram a criação da Confraria do Moscatel de Setúbal, concretizada a 4 de outubro de 2008.

A defesa, valorização e promoção do Moscatel de Setúbal são os principais objetivos da confraria constituída por inúmeras entidades ligadas a este vinho generoso, bem como várias individualidades da sociedade portuguesa.

No sítio da Rota dos Vinhos da Península de Setúbal encontram-se mais informações sobre o Moscatel, assim como outros vinhos da região e os principais produtores.

A Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal também dispõe de informações úteis nas páginas www.vinhosdapeninsuladesetubal.pt e www.moscateldesetubal.pt.

Setúbal Terra de Peixe

Desde 2012 que a Câmara Municipal de Setúbal desenvolve um plano concertado de promoção e valorização das atividades relacionadas com o mar.

Este plano serve de base ao desenvolvimento do setor da restauração, à valorização científica e económica do pescado da costa setubalense e à divulgação da identidade sadina.

A marca Setúbal Terra de Peixe traduz-se é presença constante em ações de promoção turística, nomeadamente em festivais gastronómicos, workshops, livecookings e colóquios e numa linha de merchandising.

Os festivais gastronómicos contam, habitualmente, com a participação de inúmeros restaurantes da cidade, realizando-se em períodos do ano específicos, de acordo com a época das diferentes espécies de pescado.