Venham mais Vinte e Cincos | Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril - Feira do Livro e do Disco Políticos

A importância da Feira do Livro e do Disco Políticos, a decorrer até dia 29 de outubro no Cais 3 do porto de Setúbal, para manter vivo o espírito de Abril foi destacada no dia 26 pelo presidente da Câmara Municipal, André Martins.


“Temos a obrigação de continuar a passar às gerações mais novas a mensagem do significado da revolução para que a esperança de Abril perdure. Na Câmara Municipal de Setúbal fazemos tudo o que está ao nosso alcance para que isso aconteça e esta feira é um grande contributo para dar conhecer como se viveram aqueles tempos, através do que se escrevia e do que se cantava”, disse André Martins na inauguração do evento.

A Feira do Livro e do Disco Políticos, organizada pela autarquia, com curadoria do jornalista Pedro Tadeu, no âmbito do projeto Venham Mais Vinte e Cincos, que assinala os 50 anos do 25 de Abril. contempla uma programação abrangente e eclética, dirigida a todos os públicos, colocando a tónica na promoção de obras políticas e da música de intervenção.

O evento conta com apresentações de obras literárias, encontros com autores, palestra e exposição de artigos de editoras e livrarias, a par de concertos e de uma área infantil, com o objetivo de abordar, sob diversas formas, a produção cultural política no país.

“Estou muito orgulhoso com a realização desta grande iniciativa e queremos criar as raízes para que esta seja a primeira de muitas edições.” 

André Martins sublinhou que a Feira do Livro e do Disco Políticos é um dos primeiros eventos do projeto Venham Mais Vinte e Cincos, idealizado pela Câmara Municipal de Setúbal para comemorar os 50 anos do 25 de Abril com um programa a decorrer ao longo do atual mandato e que terá o auge em 2024.

“É um programa que resulta de contributos muito ricos das mais de 60 personalidades que compõem a Comissão de Honra que a Câmara Municipal constituiu para concretizar o projeto. Nas reuniões realizadas ficou assente que seria muito importante que estas comemorações deixassem marcas e é isso que pretendemos com esta feira.”

O livro e o disco de cariz político, em particular associados à luta pela liberdade em Portugal no período do 25 de Abril, motivam este evento que conta com a participação de cerca de duas dezenas de expositores de editoras de livros e discográficas, livrarias, bibliotecas, alfarrabistas, projetos editoriais e associações culturais.

O programa contempla a apresentação de livros, palestras e sessões de autógrafos, com reconhecidos nomes do panorama político e dos media, a que se juntam músicos e projetos artísticos que protagonizam todas as noites concertos e atuações que têm como foco a música de intervenção.

À cerimónia de inauguração, que contou com a presença de um representante do ministro da Cultura e da Comissão Nacional das Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, seguiu-se um espetáculo do músico setubalense João Mota, com o projeto a solo Et Toi Michel.

“Panfletos (ao vivo) – A história dos hinos nacionais portugueses” foi o tema abordado numa palestra conduzida por Pedro Tadeu a que se seguiu a apresentação de livros políticos do arquivo Ephemera, por José Pacheco Pereira.

O primeiro dia da Feira do Livro e do Disco Políticos terminou com um manifesto musical, com a participação do artista setubalense Leonardo Silva.

Luís Paixão Martins, Pedro Tadeu, Viriato Soromenho-Marques, Ferreira Fernandes, Miguel Tiago e José Pedro Castanheira são alguns dos autores que marcam presença na primeira edição da iniciativa, a qual reserva um espaço para as crianças e zona de restauração e lazer.

O programa inclui, ainda, as participações de Diogo Ferreira, Albérico Costa, António Cunha Bento, Daniel Pires, Alice Brito, Ana Cristina Silva, Manuela Tavares, Joaquim Judas, Fernando Rosas e Armindo Miranda, que apresentam aspetos históricos.

A zona de expositores conta com as participações de Livraria Bertrand, Livraria Culsete, Ephemera, Associação José Afonso, Restart Vinil, Tradisom – Editora Discográfica, Edições Avante/Página a Página – Divulgação do Livro, SA, Editora Gato Bravo, União de Resistentes Antifascistas Portugueses – URAP, Método & Argumento – Livros Usados, Edições Tinta-da-China, Museu do Trabalho Michel Giacometti e Biblioteca Pública Municipal de Setúbal.

A feira, que funciona entre as 10h00 e as 23h00, já tem nova edição prevista para o próximo ano, a qual fica marcada pelo lançamento do 1.º volume da Enciclopédia da Música Política Portuguesa, numa parceria com a Antena 1 e a Associação José Afonso, e o lançamento do Álbum de Abril, uma coletânea de músicas de intervenção gravada por vários músicos na Casa da Cultura de Setúbal.

O programa completo da 1.ª edição da Feira do Livro e do Disco Políticos pode ser consultado aqui.