Parcialmente nublado
Festanima 2019 | Encerramento | Foto da Junta de Freguesia de São Sebastião

Durante dez dias, passaram pela 17.ª Festanima várias dezenas de artistas setubalenses que proporcionaram um programa de espetáculos eclético, desde o teatro, a dança e a música popular, temperados com a excelente gastronomia servida nas tasquinhas das coletividades e pelo ambiente de convívio salutar, típico de uma festa feita por e para o movimento associativo da freguesia de S. Sebastião.


Milhares de pessoas visitaram a 17.ª Festanima, que decorreu entre os dias 5 e 14 de julho, nas Escarpas de Santos Nicolau, uma festa que muito satisfaz o executivo da Junta de Freguesia de S. Sebastião (JFSS), como refere o presidente Nuno Costa.

“Sentimos muita satisfação por esta ser a única freguesia do concelho com a particularidade de ser organizada pelas coletividades desta freguesia, para se financiarem e poderem desenvolver atividades de desporto, lazer e cultura, durante todo o ano, para todos!”

O presidente da JFSS, que falou durante a sessão de encerramento da Festanima, aproveitou a oportunidade para agradecer o “extraordinário trabalho” realizado pelo movimento associativo, tanto durante o certame, como por todas as outras atividades proporcionadas permanentemente à população e que “tornam a cidade muito melhor”.

O autarca congratulou especialmente as coletividades que compõem os corpos sociais da Associação de Festas Populares de S. Sebastião (AFPSS), responsável pela organização da festa. “Gente voluntária que não ganha absolutamente nada, mas que dá tudo pelo movimento associativo e para que esta festa seja um sucesso”, salientou, frisando ainda o espírito guerreiro da presidente da AFPSS e o seu trabalho “em prol da Festanima e do movimento associativo”.

Alargando os agradecimentos aos técnicos de som, ao apresentador e aos trabalhadores da JFSS e da Câmara Municipal que, com o seu empenho, contribuem para o sucesso da festa, Nuno Costa mencionou ainda o contributo dos patrocinadores e destacou a colaboração da Junta de Freguesia que, além da comparticipação financeira, concretizou, há cerca de dois anos, um avultado investimento “para que a festa viva sem sobressaltos”.

Exemplo disso foi a aquisição do palco, das mesas e bancos, das vedações, entre outro material e equipamento. “Esta festa não é só festa, é coesão do tecido social, aumento da nossa vida comunitária, financiamento do movimento associativo. É isto que representa a Festanima!”, concluiu o presidente, deixando por fim um agradecimento a todos quantos visitaram a festa.

Por seu lado, Madalena Lopes, presidente da direção da AFPSS, que partilhou o palco com representantes de todas as coletividades participantes na Festanima, reiterou os agradecimentos ao público “responsável pelo sucesso desta festa” e a todos aqueles que ajudam a construir a festa, que começa a ser implantada no terreno cerca de uma semana antes e que durante dez dias requer muito trabalho de bastidores.

A animação musical da última noite do evento ficou marcada pelo espetáculo proporcionado por duas belas vozes do panorama musical setubalense: Susana Martins e André Patrão, que durante mais de hora e meia recordaram grandes temas românticos, acompanhados pelos músicos da Banda X-Ato.

O duo foi antecedido pela atuação do grupo de dança feminino BeatCrew, que surpreendeu com as suas coreografias de hip hop.

A noite terminou com chave de ouro, com o já habitual fogo de artifício que iluminou o céu após a meia-noite, encerrando mais uma edição de sucesso do certame popular.