18° Possible Light Rain
Jardins Efémeros - pintura de mural - Avenida de Moçambique

A relação humana com a Natureza é o tema de uma intervenção de arte urbana, em desenvolvimento desde o dia 17 num mural junto do Parque Urbano da Várzea, atualmente em construção e que será a principal zona verde de Setúbal quando ficar concluída.


“Jardins Efémeros” é o título do projeto da autoria do artista Gonçalo Mar e que visa a recuperação da fachada de um edifício que alberga oficinas, ao lado do novo prolongamento de acesso à Avenida de Moçambique, pela entrada norte da Avenida dos Ciprestes.

“A ideia é fazer uma ligação direta ao Parque da Várzea, para que, quem passa, sinta uma conexão com paz e serenidade, algo que só encontramos no meio da Natureza”, refere Gonçalo Mar.

O artista, que se identifica com o género neossurrealista, explica ainda que por todo o mural, com as dimensões de 120 metros de comprimento e seis de altura, “vão pautar vários tons de verde, com muitos contrastes surrealistas que vão fazer sobressair plantas”.

O mural “Jardins Efémeros”, cuja execução deve decorrer até ao final do mês de setembro, é uma iniciativa da Câmara Municipal de Setúbal, com o apoio do Lidl, e complementa o projeto de requalificação urbanística atualmente em curso na zona da Várzea.