18° Muito nublado
Covid-19 | vacinação | Lar Dr. Francisco Paula Borba

Setúbal está a dar mais um passo no combate à pandemia de Covid-19 com o início, ao final da tarde de dia 18, da campanha de vacinação contra a doença respiratória em estruturas residenciais para pessoas idosas existentes no concelho.


O Lar Dr. Francisco Paula Borba, da Santa Casa da Misericórdia de Setúbal, foi o primeiro a receber as equipas de profissionais de saúde, constituídas por médicos e enfermeiros do Agrupamento de Centros de Saúde Arrábida que, até quarta-feira, asseguram a execução desta tarefa em todo o concelho.

A tarde caminhava para o final quando a equipa de profissionais de saúde chegou àquela estrutura residencial para pessoas idosas localizada no centro da cidade. A visita não foi inesperada para residentes e funcionários. Sabiam que iam receber a primeira toma da aguardada inoculação.

A equipa da vacinação designada para aquele lar, a qual entra nos edifícios em segurança totalmente apetrechada com equipamentos de proteção individual, conta com a colaboração e apoio de estudantes de enfermagem do Instituto Politécnico de Setúbal.

Assegurada a vacinação, sem problemas de registo, no Lar Dr. Francisco Paula Borba, esta equipa prosseguiu a rota de deslocação a outras estruturas residenciais para pessoas idosas. Oito lares, de um total de 32, foram visitados no primeiro dia, com três centenas de pessoas vacinadas.

O périplo programado, nesta primeira fase, a mais de três dezenas de estruturas residenciais para pessoas idosas no território, a decorrer até dia 20, com 1800 doses de vacinas disponíveis, teve início na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de São Sebastião, em Vale do Cobro.

Aquela unidade de saúde é o epicentro das operações realizadas no âmbito desta campanha, desde a receção das vacinas à preparação dos materiais que acompanham as oito equipas de profissionais de saúde do Agrupamento de Centros de Saúde Arrábida, formadas por 32 enfermeiros e oito médicos.

Acresce, além destas equipas que operacionalizam no terreno a campanha de imunização contra a Covid-19 de profissionais e utentes residentes em lares, um conjunto de elementos com responsabilidade de registo de todos as pessoas inoculadas ao longo dos três dias.

Esta campanha, a qual é considerada de extrema importância para o combate à Covid-19, está inserida na primeira fase do plano nacional de vacinação, a decorrer desde 27 de dezembro, a qual contempla a inoculação de grupos considerados prioritários, casos de profissionais e residentes em lares.

No concelho de Setúbal, esta primeira toma da vacina preventiva da infeção por Covid-19 está a ser concretizada em todas as estruturas residenciais para pessoas idosas legalizadas e em situação ilegal que não tenham surtos ativos da doença respiratória.