17° Parcialmente nublado
Festas do Novo Círio de Nossa Senhora da Arrábida | 2019 | Foto da União das Freguesias de Setúbal

Cerca de duas dezenas de embarcações participaram no cortejo marítimo que marcou, no dia 14, as Festas do Novo Círio de Nossa Senhora da Arrábida, tradição popular da comunidade piscatória setubalense.


O cortejo fluvial de barcos engalanados, recuperado em 2015 após um interregno de cerca de quarenta anos, regressou ao Sado, constituindo um dos pontos altos das festividades em honra de Nossa Senhora da Arrábida.

Com o rio Sado e a Serra da Arrábida a servir de cenário, as embarcações partiram da Doca dos Pescadores, desembarcando na nova ponte-cais do Portinho da Arrábida. Os festeiros seguiram depois até ao Convento da Arrábida, onde se realizou a Santa Missa, seguida de procissão e almoço-convívio.

Ao final da tarde, o cortejo de barcos engalanados liderados pelo “Maravilha do Sado”, embarcação tradicional recuperada pela Câmara Municipal de Setúbal, que transportou a imagem de Nossa Senhora da Arrábida, regressou a Setúbal, com passagens pelo Hospital do Outão e pelo Nicho da Nossa Senhora do Cais.

Organizado por uma comissão de festas, com diversos apoios, incluindo da Câmara Municipal de Setúbal e da União das Freguesias de Setúbal, o certame terminou com uma procissão a pé até à Igreja da Anunciada.

Apesar de as Festas de Nossa Senhora da Arrábida nunca terem terminado, na década de 70 foi interrompido o círio marítimo realizado por pescadores entre a cidade e a serra.