12° Parcialmente nublado
COVID-19 - Reabertura de Espaços Museológicos - Dia Internacional dos Museus

O Dia Internacional dos Museus, que se assinala a 18 de maio, foi marcado pela reabertura ao público dos museus e galerias de Setúbal, com destaque para duas novas exposições no Museu do Trabalho Michel Giacometti e na Galeria Municipal do 11.


A mostra “Caminhos da Paisagem”, patente no Museu do Trabalho até 27 de junho, desvenda um conjunto de pinturas de Laurinda Silvério inspiradas na natureza.

A exposição pode ser visitada terça a sexta-feira das 09h30 às 18h00 e ao sábado das 14h00 às 18h00.

Uma viagem no tempo através de brinquedos que marcaram gerações, da coleção particular de Hélder Esdras Martins, é o mote da exposição “Pim Pam Pum”, patente na Galeria Municipal do 11 até ao dia 19 de setembro.

A mostra pode ser visitada de terça a sexta-feira das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 e sábados das 14h00 às 18h00.

Com o objetivo de comemorar o Dia Internacional dos Museus, os espaços museológicos de Setúbal abriram excecionalmente na segunda-feira, 18 de maio, com entradas gratuitas, e retomam o horário normal de funcionamento, com regras especiais adaptadas à atual crise sanitária.

A necessidade de proteger utentes e funcionários implica o uso obrigatório de máscaras de proteção individual ou viseira e de desinfeção das mãos à entrada.

A redução do número de utilizadores é outra das medidas, bem como a suspensão das visitas de grupos.

No Museu do Trabalho Michel Giacometti, as normas determinam ainda colocação dos pertences pessoais dos utilizadores em cacifos, à entrada no espaço, que está limitado a presença simultânea de dez pessoas no interior.

O equipamento funciona de terça a sexta-feira das 09h30 às 18h00 e ao sábado das 14h00 às 18h00.

O acesso ao Centro de Documentação do Museu do Trabalho, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, está limitado ao máximo de duas pessoas e é feito com marcação prévia.

As regras para a Casa do Corpo Santo/Museu do Barroco, com horário das 09h00 e as 12h30 e das 14h00 às 17h30 de terça a sexta-feira e das 14h00 às 18h00 ao sábado, determinam a presença máxima até quatro utilizadores no espaço.

A Casa Bocage/Arquivo Américo Ribeiro, igualmente das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 de terça a sexta-feira e das 14h00 às 18h00 ao sábado, está limitada a cinco pessoas. O acesso ao centro de documentação, para uma pessoa de cada vez, é feito por marcação.

As normas instituídas estendem-se à Galeria Municipal do Banco de Portugal e Galeria Municipal do 11.

Na Galeria do Banco de Portugal, aberta de terça a quinta-feira das 11h00 às 14h00 e das 15h00 às 18h00, aos sábados das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 e domingos das 14h00 às 18h00, o número de utilizadores é limitado a oito pessoas, em distância de segurança.

O acesso à Galeria do 11, de terça a sexta-feira das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 e sábados das 14h00 às 18h00, é limitado ao máximo de seis pessoas, devidamente distribuídas pelo espaço por forma ao cumprimento do afastamento social.

Os horários dos museus e galerias apresentados vigoram em período de inverno, até ao dia 31 de maio, data após a qual são feitos ajustes para o horário de verão.