A CCDR-LVT, através da Divisão de Avaliação e Monitorização Ambiental, emitiu um alerta de poluição do ar para Setúbal, devido ao registo de níveis elevados de ozono captados na estação de monitorização concelho.


A estação dos Arcos registou, ao final da tarde do dia 16, níveis de concentração de ozono de 189 microgramas por metro cúbico, valor que ultrapassa ligeiramente o limiar de informação referente a este poluente, definido em 180 microgramas por metro cúbico.

Os valores registados na estação de monitorização dos Arcos podem implicar efeitos na saúde da população, em particular grupos mais suscetíveis como crianças, idosos, asmáticos e indivíduos com outras doenças respiratórias ou cardíacas.

O ozono afeta, essencialmente, as mucosas oculares e respiratórias, podendo, a exposição excessiva, manifestar-se através de sintomas como tosse, dores de cabeça, dores no peito, falta de ar e irritações nos olhos.

Aos grupos mais sensíveis a este cenário, é recomendada redução ao mínimo da atividade física intensa ao ar livre e a permanência no exterior.

As páginas de internet da Direção-Geral da Saúde e da CCDR-LVT facultam informações adicionais sobre este tema, sendo possível, também, consultar os valores de ozono observados nas estações de monitorização em http://qualar.apambiente.pt.