14° Céu limpo

Mais de duas centenas de moradores da zona da Bela Vista celebraram no dia 6 à tarde, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a atribuição do Prémio Cidades Educadoras 2018 a Setúbal e ao programa municipal Nosso Bairro, Nossa Cidade.


A Câmara Municipal entregou aos representantes dos cinco bairros abrangidos pelo programa, a decorrer desde 2012, réplicas do prémio recebido a 16 de novembro, no XV Congresso Internacional de Cidades Educadoras, realizado no Centro de Congressos do Estoril.

“O prémio que aqui hoje entregamos sabe a pouco, uma vez que o verdadeiro prémio é o trabalho desenvolvido até agora. Hoje toda a gente sente com orgulho este território”, sublinhou a presidente da autarquia, Maria das Dores Meira.

O prémio “Boas Práticas” da Associação Internacional das Cidades Educadoras, para o qual concorreram 62 candidaturas, de 49 cidades, 12 países e três continentes, reconheceu o Nosso Bairro, Nossa Cidade como uma boa prática de educação cidadã através da participação, resultado da iniciativa do município e do trabalho diário dos moradores.

A autarca considerou que a aposta feita neste programa “é uma aposta numa cidade educadora mais qualificada e, acima de tudo, mais justa”, uma vez que “contribui decisivamente para a criação de um ambiente urbano mais são, com mais oportunidades e sem discriminações injustas baseadas apenas no local onde se vive”.

O prémio valoriza, igualmente, o empenhamento de centenas de pessoas que se envolveram no desenvolvimento de um conjunto de ações que “mudaram a face dos seus bairros, fosse com obra física, fosse com a mudança de perceção e mentalidades sobre o que ali acontece”.

O programa municipal, que junta residentes, serviços autárquicos e perto de trinta entidades sediadas no território, engloba os bairros da Bela Vista, da Alameda das Palmeiras, do Forte da Bela Vista, das Manteigadas e da Quinta de Santo António.

Dois representantes de cada bairro receberam, das mãos de Maria das Dores Meira, uma réplica do prémio “Boas Práticas” da Associação Internacional das Cidades Educadoras para a colocar nos espaços Nosso Bairro, Nossa Cidade. O original está exposto na Casa da Baía, ao lado de outras distinções atribuídas ao município.

Lurdes Correia, moradora do bairro da Bela Vista, agradeceu o trabalho desenvolvido pelo município, juntas de freguesia e instituições e garantiu que os moradores “estão disponíveis para mais quatro anos de trabalho”.

No final da cerimónia, um grupo de moradores cantou um tema adaptado do original “Vamos Cantar as Janeiras”, com letra da poetisa Alexandrina Pereira.