12° Parcialmente nublado
Imposição de Galões de Tenente-Coronel ao Comandante dos Sapadores

O comandante da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal, Paulo Lamego, recebeu no dia 30 de janeiro da presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, os galões de tenente-coronel do Exército. 


“Sinto uma honra enorme por impor-lhe estes galões, que são mais do que merecidos e só pecam por tardios”, frisou a autarca na cerimónia realizada ontem, ao fim da tarde no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

O presidente da Assembleia Municipal, André Martins, e membros do Executivo municipal marcaram presença na cerimónia que Paulo Lamego aguardava há muito. “Há 9 anos, 2 meses e 4 dias que estava à espera de chegarem os galões”, disse, entre risos.

Paulo Lamego foi promovido a major em outubro de 2009, após a conclusão do curso de promoção a oficial superior, e, no ano seguinte, em dezembro, assumiu a função de comandante da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal em comissão de serviço.

Teria de esperar mais de 9 anos até ao dia 4 de dezembro de 2018 para ver publicado o despacho da promoção a tenente-coronel.

“As regras do Exército são bastante claras. Eu já tinha feito o curso e tive de esperar pela abertura de vagas. A qualquer momento estava à espera da promoção, que costuma demorar entre 3 a 4 anos. Mas, fruto da conjuntura e do congelamento das progressões, demorou mais tempo.”

Uma vez que exerceu praticamente todo o tempo de major em funções na Câmara Municipal de Setúbal, sente-se “muito honrado” por ter sido a presidente da autarquia a impor-lhe os galões de tenente-coronel.

Para já ainda não pensa na possibilidade de subir ao posto de coronel, mas nunca se sabe. “A vida dá muitas voltas e não sei o que o futuro reserva.”

Paulo Lamego ingressou no Exército português em agosto de 1992, tendo concluído com êxito o 96.º Curso de Comandos em dezembro do mesmo ano.

Em setembro de 1993, ingressou na Academia Militar, onde concluiu o Curso de Engenharia em outubro de 2000 com o posto de tenente.

Em outubro de 2003, foi promovido a capitão após frequência do respetivo curso e, em outubro de 2009, passou a major.