26° Céu limpo
7 Maravilhas da Cultura

O Chapéu do Descarregador de Peixe, o Círio de Nossa Senhora de Troia e a Lenda de Nossa Senhora da Arrábida estão a concurso na eleição nacional das 7 Maravilhas da Cultura Popular numa votação aberta ao público, realizada através de chamada telefónica.


Setúbal, com três nomeações entre os sete finalistas regionais deste novo concurso das 7 Maravilhas da Cultura Popular, tem a votação a decorrer até ao dia 10 de agosto.

O Chapéu do Descarregador de Peixe, nomeado na categoria Artefactos, coloca em destaque nacional este chapéu feito tradicionalmente de camadas de pano de lençol e barrado com óleo de fígado de bacalhau.

Circular e pintado de acordo com gostos clubísticos – por isso, abundavam os chapéus verdes, cor do Vitória de Setúbal –, as abas largas protegiam os descarregadores da água salgada e apanhavam os peixes que caíam dos cestos. Deste costume vem a forma única de andar dos descarregadores, conhecidos por correrem aos saltinhos.

A escolha do Chapéu do Descarregador de Peixe é feita através de uma chamada telefónica para o número 760 207 813.

O Círio de Nossa Senhora de Troia, celebração centenária organizada pelos pescadores de Setúbal e que mistura, desde que há memória, a fé ao profano, é outro dos nomeados da lista, na categoria Procissões e Romarias.

A votação no Círio de Nossa Senhora de Troia é feita por chamada telefónica para o número 760 207 814.

A Lenda de Nossa Senhora da Arrábida, na categoria Lendas e Mitos, é outro dos patrimónios de Setúbal nomeado a uma das 7 Maravilhas da Cultura Popular.

Reza a lenda que pelo ano de 1215 o mercador Hildebrant encontrou salvação para o seu navio graças à intervenção de Nossa Senhora da Arrábida. Foi então que nasceu o culto que deu origem a procissões e círios marítimos à Ermida da Memória e ao Convento da Arrábida.

A opção pela Lenda de Nossa Senhora da Arrábida é feita através de chamada telefónica para o número 760 207 817.

As chamadas têm o custo de 0,60 €, acrescidos de IVA. Cada telefone tem direito a um número ilimitado de votações, sendo apenas possível votar com números com registo nacional.

O concurso das 7 Maravilhas da Cultura Popular visa evidenciar o património cultural material e imaterial de Portugal.

Setúbal passou à final regional em junho, depois de uma seleção feita entre 504 candidaturas avaliadas por um painel de especialistas, composto por sete elementos de cada um dos 18 distritos de Portugal Continental e das regiões autónomas.

Para cada uma das regiões foram escolhidos sete patrimónios que vão ser apresentados para votação pelo público em vinte programas transmitidos em direto pela RTP1, a partir de 6 de julho.

Nestes programas são apurados os 20 finalistas, através do maior número de votos populares, a que se juntam os 8 melhores segundos classificados, para escolha das 7 Maravilhas da Cultura Popular, anunciada na gala final, a 5 de setembro.

Os resultados das votações nos três elementos do património de Setúbal finalistas do concurso são anunciados num programa em direto na RTP1, no dia 10 de agosto.

Com a participação nas 7 Maravilhas da Cultura Popular, a Câmara Municipal de Setúbal pretende promover e valorizar as tradições culturais e populares do concelho.

Setúbal tem marcado presença nas várias edições do certame. O Portinho da Arrábida foi um dos vencedores das 7 Maravilhas Naturais de Portugal, em 2010, e a sardinha assada foi eleita uma das 7 Maravilhas da Gastronomia, em 2011.