22° Parcialmente nublado

A Câmara Municipal de Setúbal desenvolve um trabalho regular junto da comunidade educativa no sentido de promover o debate sobre a deficiência nas escolas.

Através de projetos específicos, orientados para diferentes faixas etárias e níveis de escolaridade, é feita a sensibilização de crianças e jovens para a participação e inclusão das pessoas com deficiência e para o desenvolvimento do espírito crítico e participativo no que se refere a questões relacionadas com a deficiência.

Dotar os jovens com conhecimentos sobre a deficiência, capacitando-os com competências para a gestão de contextos que envolvam pessoas com deficiência são outros objetivos dos projetos implementados.

1.º Ciclo

As ações dirigidas ao 1.º Ciclo têm a duração de uma hora e trinta minutos, por turma, dividida em três momentos distintos.

No primeiro período é apresentado um vídeo “Na Quinta da Alegria”, animação que tem por base um conjunto de animais que vivem numa quinta, sendo que um é diferente, mas igualmente importante para o ecossistema onde habitam, incentivando os outros animais a adotarem comportamentos com vista à sua plena integração.

Em alternativa, poderá ser contado o conto, com montagem de cenário.

No segundo momento é feita uma apresentação sobre a deficiência e as várias formas de como pode estar presente num indivíduo, com a identificação de exemplos pelos alunos, tendo sempre como referencial a personagem do conto, assim como as suas dificuldades e sentimentos e comportamentos dos pares.

Num último momento é elaborado, em conjunto, um mural sobre os comportamentos para com as pessoas com deficiência e um desenho individual sobre a sessão.

Estas ações de sensibilização, a decorrer desde 2010, numa parceria com o Grupo Concelhio para as Deficiências – Setúbal, destinam-se a alunos do 3.º e 4.º anos das escolas básicas do concelho

3.º Ciclo – Projeto Aprender na Diferença

Promovido pela Câmara Municipal de Setúbal e pelo Agrupamento dos Centros de Saúde da Arrábida – Saúde Pública, destina-se a alunos do 3.º Ciclo da rede escolar do concelho.

O projeto é implementado no âmbito da disciplina de Educação Cívica e pretende desenvolver nos alunos atitudes de autoestima, respeito mútuo e regras de convivência que conduzam à formação de cidadãos tolerantes, autónomos, participativos e civicamente responsáveis.

Aprender na Diferença promove valores de tolerância, solidariedade e respeito pelos outros, estimula a participação ativa dos alunos na escola e na sociedade e proporciona momentos de reflexão sobre a vida da escola e os princípios democráticos que regem o seu funcionamento.

O projeto, a decorrer desde 2015, realiza-se em sete sessões, cada uma com a duração de 50 minutos, durante a disciplina de Educação Cívica.

Com recurso a conteúdos programáticos definidos, incluindo metodologias, dinâmicas de grupo e avaliação, são abordadas as seguintes temáticas:

  • Informar sobre a deficiência, a apreensão de conceitos associados à temática da deficiência, a diferenciação entre deficiência e doença
  • Identificar diferentes tipos de deficiência
  • Identificar potencialidades e constrangimentos associados à deficiência
  • Identificar as DIS – Dislexia, Disgrafia, Disortografia e Discalculia
  • Identificar comportamentos, estereótipos, preconceitos e discriminação
  • Identificar comportamentos cívicos, de solidariedade e discriminatórios para com pessoas com deficiência
  • Identificar/reconhecer produtos de apoio e acessibilidades associadas aos diferentes tipos de deficiência
  • Verificar e sinalizar na respetiva escola as acessibilidades e as barreiras arquitetónicas