16° Parcialmente nublado

O município de Setúbal é, desde o final de junho, membro da Global Network of Learning Cities da UNESCO, centro internacional de pesquisa, informação, documentação e publicação, sem fins lucrativos, promotor de políticas de aprendizagem ao longo da vida.


Setúbal, oficialmente membro desta rede desde o dia 28 de junho, foi uma das três cidades portuguesas, juntamente com Alcobaça e Cantanhede, que, este ano, viram admitida a candidatura de adesão a esta prestigiada organização não-governamental, cujos critérios de adesão são pautados pela exigência.

O município setubalense viu agora reconhecido o trabalho na esfera de intervenção educativa pela Global Network of Learning Cities, integrada na UNESCO Institute for Lifelong Learning, e passa agora a integrar uma rede dinâmica de apoio à prática da aprendizagem ao longo da vida.

Esta rede procura promover o diálogo sobre políticas de ensino e de aprendizagem entre os vários membros e fomenta, em simultâneo, a criação de laços e o fortalecimento de parcerias e de capacidades para o desenvolvimento de instrumentos que procuram encorajar e reconhecer o progresso na construção de cidades educativas.

Para manter a qualidade da rede, as cidades-membro comprometem-se a apresentar um relatório bienal sobre o progresso dos planos de aprendizagem implementados, com o objetivo de apoiar a monitorização das políticas adotadas e, em simultâneo, partilhar estratégias, medidas e boas práticas adotadas.

O Institute for Lifelong Learning, fundado em 1951, é um dos sete institutos educacionais da UNESCO, com trabalho direcionado à promoção de políticas de aprendizagem ao longo da vida e enfoque na população adulta, em particular no que respeita à alfabetização e às oportunidades de aprendizagem para grupos desfavorecidos.

Com mais de duzentos membros de cerca de meia centena de países dos cinco continentes, são agora onze os representantes portugueses. Além de Setúbal, Alcobaça e Cantanhede, que aderiram este ano, integram a rede Anadia, Cascais, Câmara de Lobos, Gondomar, Lagoa, Mação, Praia da Vitória e Pampilhosa da Serra.

Este instituto, com sede em Hamburgo, na Alemanha, dispõe de uma das maiores bibliotecas do mundo deste campo de aprendizagem especializada e detém a publicação mundial mais antiga com conteúdos nas vertentes de educação comparada e aprendizagem ao longo da vida.