Obras

A construção de uma rotunda na Praça do Brasil impõe, a partir do dia 5 de maio, restrições e condicionamentos de trânsito e estacionamento para concretização desta obra de otimização da circulação rodoviária na zona.

Os trabalhos de construção deste novo nó giratório, o qual fica instalado na zona defronte da atual estação ferroviária, motivam constrangimentos à circulação e ao estacionamento na zona da Praça do Brasil.

No dia 5 de maio o acesso à área de estacionamento fica interdito, para possibilitar a montagem de estaleiro de obra e dar início às intervenções de criação da nova rotunda.

O avanço das operações motiva, a partir de 11 de maio, condicionamentos à normal circulação rodoviária naquela zona da cidade, com cortes de trânsito temporários e esquemas alternativos.

Um dos constrangimentos afeta o acesso à Avenida da República da Guiné-Bissau pela Avenida dos Ciprestes, no sentido de circulação norte/sul, o qual fica temporariamente encerrado.

A alternativa de circulação passa pelas avenidas Paula Costa e da Europa, na zona da Várzea, assim como a Avenida Independência das Colónias.

Nesta zona da cidade, o acesso à Avenida República da Guiné-Bissau, a partir da Avenida dos Ciprestes, no sentido de circulação sul/norte, já se encontrava encerrado.

Neste caso, a alternativa de circulação passa pela Rua Almeida Garrett e a Avenida Alexandre Herculano.

A Avenida República da Guiné-Bissau fica igualmente condicionada no sentido de circulação poente/nascente, concretamente na ligação rodoviária com Avenida dos Ciprestes, com a proibição de viragem à esquerda.

A alternativa passa pela viragem à direita, em direção à rotunda formada pelas interseções da Rua da Tebaida e das avenidas dos Ciprestes e Manuel Maria de Portela, a qual deve ser utilizada para inversão do sentido de marcha.