Obras

A construção de uma rotunda e do Interface de Transportes de Setúbal, na Praça do Brasil, impõe restrições e condicionamentos de trânsito e estacionamento na zona envolvente.

Os trabalhos de construção do novo nó giratório, o qual fica instalado na zona defronte da atual estação ferroviária, motivam constrangimentos à circulação e ao estacionamento na zona da Praça do Brasil.

O avanço das operações motiva condicionamentos à normal circulação rodoviária naquela zona da cidade, com cortes de trânsito temporários e esquemas alternativos.

Um dos constrangimentos refere-se ao corte da ligação entre as avenidas dos Ciprestes e da República da Guiné-Bissau no sentido Estação-Bonfim e a impossibilidade de viragem à esquerda no sentido Bonfim-Estação.

No primeiro caso, a alternativa de circulação passa pela Rua Almeida Garrett e a Avenida Alexandre Herculano, enquanto no segundo a opção é a viragem à direita, em direção à rotunda junto da Avenida Manuel Maria de Portela, a qual deve ser utilizada para inversão do sentido de marcha pretendida na Avenida dos Ciprestes.

Também na zona, o acesso à estação ferroviária está encerrado à circulação automóvel até à conclusão das obras de construção do Interface de Transportes de Setúbal.

Durante este constrangimento, a praça de táxis funciona na box de paragem de transportes públicos, sendo que a tomada a largada de passageiros realiza-se imediatamente após a passadeira semaforizada adjacente ao troço de saída da estação.