O festival, organizado Tuna Sadina, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, contou com as participações da Samarituna, grupo da Universidade Lusófona que arrecadou o prémio Melhor Solista, da Mondeguinas, da Universidade de Coimbra, distinguida como Melhor Serenata, e da Tafué, representante da Universidade de Évora, vencedora dos prémios de Melhor Porta-Estandarte e Melhor Passa-Calles.

Mas a melhor prestação coube à Tun’Obebes, com as futuras engenheiras da Universidade do Minho a levarem para o norte as distinções de Melhor Tuna, Melhor Pandeireta, Melhor Instrumental e Tuna Mais Tuna.

A festa académica, realizada no âmbito do programa comemorativo do Mês da Juventude m@rço.28, contou ainda com a atuação da Banda de Música da Sociedade Musical Capricho Setubalense, enquanto na véspera houve uma noite de serenatas no Largo da Ribeira Velha, no centro histórico de Setúbal.

O que o Governo tem de fazer em Setúbal
O que o Governo tem de fazer em Setúbal