14° Céu limpo
Casa do Turismo | inauguração | Dia Mundial do Turismo

A inauguração da Casa do Turismo, equipamento que proporciona a divulgação e promoção de Setúbal e a comercialização de produtos regionais, foi o ponto alto das comemorações locais do Dia Mundial do Turismo, assinalado no dia 27.


As comemorações associadas ao Dia Mundial do Turismo reservaram, para o final da tarde, a inauguração da nova Casa do Turismo, resultado da transformação do antigo edifício do Clube Militar de Oficiais de Setúbal adquirido ao Estado pela autarquia num investimento de perto de meio milhão de euros.

O novo equipamento municipal, com 323 metros quadrados de área em dois pisos, inclui, além da valência de atendimento turístico, uma loja de produtos regionais e uma cafetaria com terraço com vista privilegiada para a Praça de Bocage.

A presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, sublinhou na ocasião que a Casa do Turismo acompanha o desenvolvimento que o concelho tem tido nos últimos anos no turismo, setor em que, destacou, é uma referência.

“É mais um exemplo do investimento que temos feito no setor do turismo, atividade que, não custa reconhecer, tem gerado no nosso concelho muitos postos de trabalho.”

O espaço tem também um Centro Interpretativo da Gastronomia e Vinhos, que surpreende os visitantes pela conceção inovadora e arrojada através da qual dá a conhecer a riqueza gastronómica e vínica da região.

Com recurso a quatro painéis multimédia, uma mesa interativa e um jogo quizz, os visitantes são conduzidos numa viagem pela história gastronómica de Setúbal.

A Casa do Turismo foi inaugurada num momento particularmente difícil para o turismo, mas Maria das Dores Meira realçou a necessidade de demonstrar que Setúbal é “capaz de vencer mais este desafio”, referindo-se à crise sanitária que o mundo atravessa.

“Esta nova Casa do Turismo é também o símbolo dessa nossa confiança”, enalteceu.

A presidente do município aproveitou a cerimónia de inauguração, que contou com a presença do Executivo e de presidentes de juntas de freguesia do concelho, para saudar “todos os que trabalharam na requalificação deste velho edifício, transformando-o num espaço ainda mais agradável e com novas utilidades”.

Após obras de recuperação e adaptação lideradas pelo município, o antigo edifício da Casa do Corpo da Guarda, exemplar do século XVII, agora com uma vida nova, moderna, assume, na fachada, a cor azul como mote.

O projeto decorativo, a cargo do decorador e designer de interiores setubalense João Maria, proporciona uma imagem dinâmica e apelativa, recheada de pormenores estéticos que tornam cada canto da Casa do Turismo num ponto de interesse que vale a pena admirar.

As pessoas presentes na inauguração do novo polo de promoção e de informação sobre Setúbal tiveram oportunidade de conhecer o interior do equipamento, em visitas de grupo de dez pessoas.

A Casa do Turismo funciona todos os dias, das 10h00 às 19h00, entre os meses de novembro e fevereiro. De março a outubro, o horário é alargado até às 20h00.

O imóvel, com dois pisos, de onde se destacam as arcadas de volta perfeita, assemelhando-se ao do Paços do Concelho, foi adquirido em 2019 pela autarquia ao abrigo da Lei de Infraestruturas Militares.

Este diploma visa a rentabilização de imóveis militares devolutos ou sem uso, através da alienação, arrendamento ou permuta para reinvestir essas receitas na conservação, manutenção, segurança, modernização e edificação de outras infraestruturas das Forças Armadas.

A antiga Casa do Corpo da Guarda foi mandada erguer em 1650 pelo então governador das armas da comarca de Setúbal, João Nunes da Cunha, e conheceu profundas alterações ao longo dos séculos.

Em 370 anos de vida já serviu como dependência do Distrito de Recrutamento Militar de Setúbal, onde, entre outras atividades, se faziam as inspeções médicas para o serviço militar, e como sede do Clube Militar de Oficiais de Setúbal.

As comemorações locais do Dia Mundial do Turismo começaram logo pela manhã com uma ação de limpeza do areal da Praia da Saúde por uma dezena de voluntários, organizada pela Amar Setúbal, com o apoio do município.

Ao longo do dia, produtores, artesões e operadores turísticos locais apresentaram, em frente da Casa da Baía, na Mostra de Saberes e Sabores, o que de melhor a região de Setúbal tem para oferecer, caso de mel, queijo, vinhos e bebidas espirituosas.

De tarde, as comemorações locais do Dia Mundial do Turismo contaram com a estreia de “A Princesa de Sal”, no Moinho de Maré da Mourisca, com lotação esgotada.

A peça, uma criação da Câmara Municipal, aborda a proteção da natureza e a importância da reciclagem, além de desvendar particularidades da Herdade da Mourisca, do Estuário do Sado e da fauna, flora e atividades económicas ali existentes, como a pesca e a produção de ostra.

O espetáculo, com produção gráfica e cenários integralmente produzidos com recursos do município, tem continuidade em outubro, nos quatro domingos do mês, concretamente dias 4, 11, 18 e 25, com sessões às 10h00 e às 17h00.