Bolsas de Criação Artística

SEGUNDA EDIÇÃO

A Câmara Municipal de Setúbal informa que, pelo facto de estarem a decorrer outros concursos na área das artes e a nível nacional em simultâneo às candidaturas às Bolsas de Criação Artística de Setúbal, o prazo de submissão de propostas foi alargado até 1 de julho de 2022, permitindo assim dar mais tempo e possibilidades a todos os interessados.

Agradecemos uma vez mais a todos a disponibilidade e interesse que têm demonstrado por esta iniciativa.

A Câmara Municipal tem vindo a afirmar a marca de Setúbal enquanto Cidade de Criação Artística, seja através da elaboração dos protocolos de cooperação com várias entidades culturais, seja nos ciclos de programação cultural que preenchem a agenda nas mais diversas manifestações artísticas, além da programação regular nos equipamentos.

Reforçando este conceito, o já emblemático espaço A Gráfica – Centro de Criação Artística assume um lugar particularmente relevante: casa que acolhe o cruzamento das pluralidades criativas, procurando dar expressão a todas as formas de pesquisa artística contemporânea, como as artes visuais, performáticas e performativas, design, literatura, cultura digital, arquitetura, entre outras.

Pelo segundo ano consecutivo, o município de Setúbal lança o programa de Bolsas de Criação Artística, destinado a apoiar criadores e/ou coletivos que desenvolvam projetos pensados para espaços não convencionais, proporcionando-lhes não só um incentivo financeiro, como a possibilidade de usufruírem de uma área de trabalho nas instalações d’A Gráfica – Centro de Criação Artística durante o processo criativo, seja ele de pesquisa, investigação ou experimentação.

Cada bolsa tem o valor pecuniário de 5.000,00 € e podem ser selecionados até três projetos.

As candidaturas podem ser submetidas das 00h01 de 1 de junho até às 23h59 de 1 de julho* de 2022. O formulário digital de submissão das candidaturas fica disponível nesta mesma página durante este período.

De forma a facilitar o processo de submissão da candidatura, deverá consultar as normas de participação onde estão mencionadas todas as informações importantes sobre as Bolsas de Criação Artística.

Em caso de dúvidas, por favor consulte a lista de Perguntas Frequentes.

Riders Técnicos:

Mais informações: agrafica@mun-setubal.pt

Projetos selecionados em 2021

Bolsas de Criação Artística 2021 | Quis Saber Quem Sou, de António Aleixo

Quis Saber Quem Sou

de António Aleixo

Estreia a 30 de março de 2022
Cinema Charlot – Auditório Municipal

Em 2019 o realizador António Aleixo descobre um tesouro. Onze horas de filme, em Super 8, captadas pelo seu avô, João Rodrigues Aleixo. Esse achado leva-o numa viagem à descoberta de quem foram os seus avós, proeminentes figuras da burguesia Setubalense nas décadas de 60 e 70. Assim, nasce o documentário “Quis Saber quem sou”.

Bolsas de Criação Artística 2021 | Impressões, de Tânia Dinis

Impressões

de Tânia Dinis

Estreia a 7 de julho de 2022, no âmbito da Mostra de Artes Performativas em Setúbal
A Gráfica – Centro de Criação Artística

“Impressões”, criado especificamente para o contexto de Setúbal e A Gráfica, é uma criação com o seu caráter ficcional, que parte das memórias e da partilha de imagens e outros documentos, de um grupo de participantes ligados à cidade, à sua história, à indústria gráfica, um ritual, uma rotina, também ela familiar, como é o álbum fotográfico: testemunha e depositária de histórias. Mas muitas vezes o álbum está incompleto, o arquivo está à espera de ser organizado, a memória tem espaços vazios, e é a partir daqui que trabalhamos uma nova narrativa, numa viagem por uma linha, uma sequência de imagens de uma determinada região, que é transversal a todos, com a sua relação socioeconómica.

Bolsas de Criação Artística 2021 | Over our Head, de Marta Cerqueira

Over Our Heads

de Marta Cerqueira

Estreia a 10 de setembro de 2022
A Gráfica – Centro de Criação Artística

Over Our Heads (OOH — interjeição alongada de espanto, admiração, encantamento ou tristeza) é um convite à exploração do corpo e do espaço onde todas as pessoas são cocriadoras, intérpretes e intervenientes. Somos, à vez, coreografia e cenografia, composição e improvisação, somos uma arte final fugaz e em permanente composição-manifesto, da primeira inspiração à derradeira expiração.
Over Our Heads é uma instalação que tem em destaque aspetos coreográficos e participativos, onde o verbo brincar aparece como área temática e premissa fundamental do processo de aprendizagem e descoberta em todos os mamíferos – brincar e inventar mais, potenciar essa “neblina de coisas” que nos passam pela cabeça. Influenciada pelas artes performativas, a instalação procura devolver ao público uma dimensão de participação mais ativa, fomentando interferências tácitas com a obra, num lugar de convívio que se quer atravessado, experienciado e modelado pelo visitante.

Formulário de Inscrição


 

Documentos Relacionados