10° Pouco nublado

A qualidade do ar indica-nos o nível de poluição do ar que respiramos.

A poluição pode ser provocada por diversas substâncias químicas presentes no ar, as quais alteram a composição natural da atmosfera.

A emissão dos poluentes atmosféricos pode ser originada por atividade humana (como o tráfego automóvel ou atividade industrial) ou ter origem natural (casos de atividade vulcânica, incêndios ou ação do vento).

Estações e Monitorização

A qualidade do ar é um indicador ambiental monitorizado nas localidades onde existem fontes de poluição.

Este índice ajuda a controlar o bem-estar das populações e evita a exposição das mesmas a episódios de poluição. Os poluentes atmosféricos podem ser particularmente nocivos para crianças, idosos, grávidas e indivíduos que sofrem de problemas respiratórios e cardíacos.

As estações da qualidade do ar de Setúbal, localizadas no Jardim do Quebedo e na Escola dos Arcos, estão equipadas com analisadores automáticos que monitorizam, em tempo real e contínuo, a concentração dos principais poluentes atmosféricos:

  • Óxidos de Azoto (NOx)
  • Ozono (O3)
  • Partículas (PM10 e PM2.5)
  • Monóxido de Carbono (CO)
  • Dióxido de Enxofre (SO2)
  • Compostos Orgânicos Voláteis (COV)

Projeto QualAr

No município de Setúbal os dados da qualidade do ar são recolhidos de forma contínua em duas estações – Quebedo e Arcos – para um sistema remoto de software que é gerido pela APA – Agência Portuguesa do Ambiente e pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT).

O índice de qualidade do ar de Setúbal está disponível na internet nesta ligação.