12° Parcialmente nublado
A Câmara Municipal de Setúbal apresentou ou tem em preparação candidaturas realizadas no âmbito da linha de apoio aberta pelo Turismo de Portugal para o desenvolvimento de projetos que visem a regeneração, requalificação e reabilitação dos espaços públicos com interesse para o turismo e a valorização do património cultural e natural do país.

Nesta página é facultada informação sobre os projetos do município de Setúbal com candidaturas aprovadas no âmbito dos diferentes programas que beneficiam de cofinanciamento por parte do Turismo de Portugal.

Esta página será atualizada com novas candidaturas que venham entretanto a ser apresentadas e aprovadas. É possível consultar individualmente todos os projetos aprovados através dos resumos que explicam os aspetos principais de cada uma dessas ações.

Projetos Aprovados

  • Designação da operação
    Wi-Fi em Setúbal
  • Programa
    VALORIZAR – Linha de Apoio à Disponibilização de Redes Wi-Fi
  • Data de aprovação
    04.05.2018
  • Investimento elegível
    57.104,58 €
  • Taxa cofinanciamento
    87,56%
  • Contribuição do Turismo de Portugal
    50.000,00 €
  • Autarquia local
    7.104,58 €
Turismo de Portugal | logotipo

Descrição da Operação

Com este projeto pretende-se responder às valências da Linha de Apoio à Disponibilização de Redes Wi-Fi, mormente a disponibilização de acesso Wi-Fi nos centros históricos e em zonas de afluência de turistas.

O projeto engloba três espaços públicos de grande afluência turística, nomeadamente o Forte de São Filipe, o Moinho de Maré da Mourisca e o EcoParque de Outão.

O projeto vem dotar a Câmara Municipal de Setúbal de infraestruturas que envolvem os seguintes pontos:

  • Criar uma infraestrutura de rede Wi-Fi inteligente para que os turistas e cidadãos possam aceder a qualquer tipo de informação onde e quando quiserem
  • Com base nas novas tecnologias pretende-se também favorecer a mobilidade no acesso à informação nas diversas vertentes
  • Disponibilizar ao turista um conjunto de informação turística com base na divulgação de locais de interesse, hotéis, eventos, etc., resultando, assim, na melhoria da imagem da vila/cidade
  • Estabelecer uma ligação mais próxima com o cidadão, promovendo de forma mais ativa e participativa a divulgação e consulta de informação, oferecendo serviços com eficácia e coerência
  • Proporcionar à autarquia uma análise integrada de informações através de sistemas de indicadores e monitorização, que ajudem a planificar e a favorecer uma prestação de serviços mais eficiente, fomentando o turismo, a melhoria da qualidade de vida e um desenvolvimento de forma mais rápida e inteligente
  • Designação da operação
    Praias Acessíveis – Figueirinha
  • Programa
    VALORIZAR – Linha de Apoio ao Turismo Acessível
  • Data de aprovação
    10.01.2019
  • Investimento elegível
    83.020,00 €
  • Taxa cofinanciamento
    90,00%
  • Contribuição do Turismo de Portugal
    74.718,00 €
  • Autarquia local
    8.302,00 €
Turismo de Portugal | logotipo

Descrição da Operação

Com este projeto pretende-se responder às valências da Linha de Apoio ao Turismo Acessível, mormente a promoção contínua da qualificação dos destinos através da regeneração, requalificação e reabilitação dos espaços públicos com interesse para o turismo e da valorização do património cultural e natural do país.

Este projeto contempla um conjunto de ações inovadoras capazes de atrair diferentes públicos:

  • Planta tátil
  • Sinalética vertical
  • Colocação de painel com informação em escrita simples, caracteres ampliados, com pictogramas e em braille
  • Colocação de mobiliário urbano: bebedouros de duas alturas e bancos com costas e braços de apoio
  • Criação de passadiço na praia, livre de obstáculos
  • Colocação de tapete acoplado ao passadiço para visitantes com mobilidade condicionada
  • Aquisição de duas cadeiras job walker para a praia da Figueirinha
  • Introdução de pérgula para criação de zona de sombra e descanso
  • Criação de um pontão para zona de lazer e estar: bebedouros de duas alturas e bancos com costas e braços de apoio
  • Bebedouros e chuveiros com dois níveis exteriores
  • Designação da operação
    Praias Acessíveis – Albarquel
  • Programa
    VALORIZAR – Linha de Apoio ao Turismo Acessível
  • Data de aprovação
    10.01.2019
  • Investimento elegível
    145.271,50 €
  • Taxa cofinanciamento
    90,00%
  • Contribuição do Turismo de Portugal
    130.744,35 €
  • Autarquia local
    14.527,15 €
Turismo de Portugal | logotipo

Descrição da Operação

Com este projeto pretende-se responder às valências da Linha de Apoio ao Turismo Acessível, mormente a promoção contínua da qualificação dos destinos através da regeneração, requalificação e reabilitação dos espaços públicos com interesse para o turismo e da valorização do património cultural e natural do país.

Este projeto contempla um conjunto de ações inovadoras capazes de atrair diferentes públicos:

  • Bebedouros de duas alturas
  • Colocação de painel de informação em escrita simples, caracteres ampliados, com pictogramas e em braille
  • Planta tátil
  • Criação de passadiço na praia, livre de obstáculos
  • Colocação de tapete acoplado ao passadiço para visitantes com mobilidade condicionada
  • Aquisição de cadeiras de banho: um tiralô e um job walker para a praia de Albarquel
  • Introdução de pérgula para criação de zona de sombra e descanso
  • Bebedouros, chuveiros e bancos de apoio