10° Nublado
Autocarro itinerante Creactivity - EB Luísa Todi

Um autocarro itinerante da fundação espanhola “La Caixa” está estacionado no pátio da Escola Básica Luísa Todi, entre os dias 26 e 30, com jogos que envolvem ciência, tecnologia, engenharia, arte e matemática, de estímulo da criatividade das crianças.


Esta segunda-feira, os três monitores que acompanham as atividades que decorrem no interior do autocarro “Creactivity”, um projeto da espanhola Fundação “la Caixa” e do BPI, preparam tudo para receber alunos daquele equipamento do pré-escolar e dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico.

Quinze minutos antes da hora de início da aula, desinfetam tudo. Painéis, manivelas, brinquedos, lápis, mesas de trabalho, cadeiras.

São dez e meia e metade de uma turma de 6.º ano, com 12 crianças, na disciplina de Educação Tecnológica, faz fila ordenada à entrada do autocarro, adaptado para pessoas com mobilidade reduzida.

“Sabem o que estão aqui a fazer?”, começa por perguntar Lídia, uma das monitoras que os acompanharão ao longo de uma hora de experiências.

“Vamos fazer alguma coisa relacionada com criatividade, com criar”, responde alguém, apoiando-se na palavra inglesa “Creactivity” que decora o veículo.

A aluna Jéssica tem razão. Lá dentro, vão criar, vão encontrar soluções originais e improvisadas para problemas simples, vão dar vida às suas próprias ideias.

O espaço está desenhado para despertar o engenho, a destreza, a criatividade, o espírito empreendedor, a cooperação e a reflexão das crianças. E, explica Cláudia, uma das orientadoras do grupo, “para lhes dar total liberdade de pensar com as mãos”.

Mas antes de entrarem, tomam conhecimento das regras fundamentais. “Utilizar a máscara de proteção corretamente, arrumar os materiais depois de cada utilização, desinfetar várias vezes as mãos e esfregar as solas dos sapatos naquele tapete imbuído em desinfetante. Ok?”, pergunta a orientadora, e todos acenam em concordância com a cabeça.

O “Creactivity”, que funciona como sala de aula interativa, está equipado com uma série de painéis, circuitos elétricos, estruturas voadoras com material reciclável, roldanas, rodas dentadas e fios à manivela, dispostos ao redor do veículo de 14 metros de comprimento.

À ordem da monitora, os alunos, disciplinadamente, começam a explorar todos os mecanismos e jogos que envolvem ciência, tecnologia, engenharia, arte e matemática.

A unidade móvel tem quatro grandes áreas para implementar diferentes competências.

Numa delas, de Mecânica, encontram espaços para engrenagens, mecanismos, berlindes e máquinas de jogos de flippers.

Já na área Eólica, os estudantes podem trabalhar com tubos de vento, onde é possível explorar curiosidades sobre o vento.

Quando passam para a Eletricidade e Luz, os estudantes encontram uma espécie de laboratório de vídeo, fotografia e sistema de stop-motion.

O sistema de aprendizagem do projeto “Creactivity” inspira-se no movimento Tinkering Exploratorium, que mistura tecnologias digitais e físicas para o desenho criativo e a construção e personalização de objetos com um objetivo lúdico e utilitário.

O projeto Creactivity integra o programa EduCaixa, que engloba toda a oferta educativa da Fundação “la Caixa” e pretende responder às necessidades educativas do século XXI.

Em Portugal, a iniciativa itinerante teve início em 2018, em Bragança, e, ao longo destes dois anos, já percorreu o país de norte a sul.

Depois da Escola Básica Luísa Todi, onde ficará estacionado durante cinco dias, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, segue para Torres Vedras