Parcialmente nublado
Concerto de Ano Novo | Orquestra Metropolitana de Lisboa

A Orquestra Metropolitana de Lisboa apresentou na manhã de dia 10, em concerto realizado no Fórum Municipal Luísa Todi, um reportório com mais de duas dezenas de temas clássicos, especialmente preparados para assinalar o Ano Novo.


O “Concerto de Ano Novo: Valsas, Marchas, Polcas e Outros Sortilégios Musicais”, liderado pelo maestro Sebastian Perłowski, abriu com o encanto melódico da ópera “L’Italiana in Algeri” do italiano Gioachino Rossini, seguindo-se um rol de polcas e valsas de Johann Strauss.

Na segunda parte da manhã, a Orquestra interpretou três peças da suite do bailado “O Quebra-Nozes”, de Tchaikovsky, além de temas conhecidos dos compositores Hans Christian Lumbye e de Felix Mendelssohn.

Os espetadores presentes no Fórum renderam-se em efusivos aplausos num espetáculo que contou ainda com a participação da solista Ana Pereira no violino.

A Orquestra Metropolitana de Lisboa, fundada em 1992, é composta por 35 músicos permanentes e interpreta um reportório muito alargado, desde o século XVII à contemporaneidade, sob a orientação de maestros de renome internacional, entre os quais Pablo Heras-Casado, Kristjan Järvi, Eivind Gullberg Jensen e Michael Zilm.

A direção artística da Orquestra Metropolitana de Lisboa é assegurada por Pedro Neves, que acumula a função de maestro titular.