12° Parcialmente nublado

Setúbal acolheu no dia 20 a penúltima prova do desafio ibérico Super Extreme 4×4, competição desenhada num espaço de terra adjacente ao Complexo Municipal de Atletismo, que juntou perto de três dezenas de pilotos.


Em Setúbal, a prova do Challenge Ibérico Super Extreme Trial 4×4, com a participação de 27 pilotos portugueses e espanhóis, atribuiu prémios aos três primeiros classificados nas categorias fun, promoção, proto, super proto gasolina, super proto diesel e proto absoluto.

Na classe fun, a vitória coube a Luís Silva, da equipa Bichos do Mato, seguido de Bruno da Cruz, da Team Clínica Auto&Cruz Compressores, em segundo, e de Manuel Cazalla, da Team Goca, em terceiro lugar.

Já na classe promoção, Emanuel Luz, da Repower 4X4, alcançou o lugar mais alto do pódio. Em segundo lugar ficou Carlos Oliveira, da equipa O Cantinho/MM6018, enquanto Manuel Fitz, da Team Zapatito 4×4 /Euro4x4parts/ Mas4x4/ SBM4x4, conquistou a terceira posição.

A classe proto foi ganha por Ângelo Tiago, da Team Helder Tiago Offroad, enquanto Bruno Bastos, da Exigente TT, e Domingos Dinis, da Alçapões.pt, arrecadaram, respetivamente, o segundo e terceiro lugares.

Na super proto gasolina, o triunfo foi para Adriano Santos, da +ASH Team/ Euro4x4 Parts. A segunda posição foi ocupada por Vítor Matos, da Base Branca 4×4, e a terceira por João Rebelo, da Trial Cars/ AutoPneus Gasolinas.

Luís Jorge, da Hortícolas Team/Café Snack Bar A Curva, venceu a categoria super proto diesel, seguido, no segundo lugar, por Beto Carvalheiro, da Team Lubecar/HP Turbo, e, no terceiro, por Bruno de Sá, da Team BF Automóveis/RG Power.

Na classe proto absoluto, Luís Jorge, da Hortícolas Team/Café Snack Bar A Curva, conquistou o lugar mais alto do pódio. O segundo e o terceiro lugares foram alcançados por Adriano Santos, da ASH Team/Euro 4×4, e Vítor Matos, da Base Branca 4×4, respetivamente.

Na prova setubalense, a sétima de oito rondas da maior competição de trail 4×4 disputada na Península Ibérica, os pilotos encontraram, ao longo da pista inédita construída num espaço adjacente ao Complexo Municipal de Atletismo de Setúbal, vários obstáculos artificiais e pisos alternados entre zonas de areia e de barro.

O Challenge Ibérico Super Extreme Trial 4×4 teve início em abril em Torres Vedras e já passou por Espite, em Ourém, Sanfins do Douro, em Alijó, Couço, em Coruche, São Vicente, na ilha da Madeira, e Valpaços. Depois de Setúbal, o desafio termina na cidade espanhola de Málaga.

Realizada sob a alçada da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting e da Federacion Andaluza de Automovilismo, e organizada pela Associação Portuguesa de Trial Extremo, a X-Adventure e o Attalaia Clube, com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, a prova setubalense proporcionou momentos de espetáculo para o público.