16° Parcialmente nublado
Conselho Municipal de Educação

O Conselho Municipal de Educação de Setúbal reuniu-se no dia 13 para definir o plano de atividades para 2021 e fazer o balanço geral do início do novo ano escolar, tendo em conta o atual quadro de pandemia.


Da falta de assistentes operacionais e dificuldades com a colocação e substituição de professores que sejam obrigados a ficar em casa por motivos de saúde às desconformidades nos procedimentos perante casos suspeitos de Covid-19, foram várias as dificuldades debatidas pelo Conselho Municipal de Educação.

Na Sala de Sessões dos Paços do Concelho, foram também abordadas questões relacionadas com a insuficiência de equipamentos informáticos e de rede de internet, o que compromete a eficácia de resposta a alunos que estudam à distância.

O órgão comprometeu-se a elencar as dificuldades apresentadas num documento a enviar à DGEstE – Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares.

Esta reunião ordinária do Conselho Municipal de Educação serviu também definir o plano de atividades para 2021.

Neste âmbito, constituiu-se um grupo de trabalho para o Observatório de Educação, instrumento que, em articulação com o Conselho Municipal de Educação, tem a missão de analisar os dados da educação no concelho, apoiar a organização da rede escolar e acompanhar a atualização da Carta Educativa.

Um representante de cada agrupamento escolar e um representante das escolas do ensino secundário público, um elemento da autarquia e um representante dos serviços da Segurança Social compõem o grupo de trabalho.