17° Muito nublado
Coronavírus COVID-19 - Visitas a lares de idosos

As condições dos lares de idosos do concelho de Setúbal para fazer face à Covid-19 começou a ser avaliada a 24 de abril, no âmbito de um conjunto de visitas que se destina à realização de testes aos profissionais destes equipamentos.


A medida, decidida no dia 23 em reunião dos municípios da AML – Área Metropolitana de Lisboa com o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, visa testar, numa primeira fase, todos os funcionários das estruturas residenciais para pessoas idosas dos serviços de apoio domiciliário da Península de Setúbal nos quais ainda não houve qualquer registo positivo de casos por infeção do novo coronavírus.

Os rastreios são complementados por visitas às instituições, as quais, no concelho de Setúbal, tiveram início a 24 de abril com o objetivo de analisar a situação em que se encontram os equipamentos no âmbito do combate à Covid-19.

Oito lares de idosos do concelho foram visitados no primeiro dia por técnicos do Serviço Municipal de Proteção Civil, da Segurança Social e da Autoridade de Saúde Publica, que avaliaram questões como a existência de planos de contingência e a preparação dos profissionais para a eventualidade de se registar um caso positivo na instituição.

Os testes aos funcionários começaram a ser efetuados no dia 27, nas próprias instituições sociais, por técnicos da Faculdade de Ciências, do Instituto Superior Técnico e do Instituto de Medicina Molecular, todos da Universidade de Lisboa, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e da Cooperativa de Ensino Egas Moniz.

A medida, que abrange toda a região metropolitana de Lisboa, num total de oito mil profissionais de lares de idosos e serviços de apoio domiciliário, permite assegurar, na primeira semana, cerca de 500 testes por dia.

Nas semanas seguintes, será possível aumentar a capacidade de realização de testes devido ao envolvimento do Instituto Politécnico de Setúbal e da Fundação Champalimaud.