17° Céu limpo
Maratona_da_Poesia_de_Setúbal_Paços_do_Concelho

Setúbal transforma-se num palco de poesia e cruza várias artes, numa maratona de 15 horas a realizar ao longo do dia 21 de março, em múltiplos espaços e equipamentos culturais da cidade.


 

Dentro dos espaços e equipamentos onde se move a arte na cidade, a Maratona da Poesia, organizada pela Câmara Municipal de Setúbal e pela Casa da Poesia, volta este ano pela nona vez para proporcionar ao público, de todas as idades, experiências na área cultural.

Ao longo de 15 horas, 24 iniciativas, de entrada livre, tomam conta de diferentes pontos de Setúbal em viagens pela poesia, música, teatro e literatura, a partir das nove da manhã até à meia-noite de 21 de março, Dia Mundial da Poesia.

Os diferentes espaços da Biblioteca Pública Municipal de Setúbal e a Biblioteca de Azeitão são o palco central do evento, para os quais está agendada grande parte do cartaz, que se espalha para um bloco de programação até espaços como o Museu do Trabalho Michel Giacometti, Casa do Corpo Santo, Galeria Municipal do Banco de Portugal, Casa Bocage e os Paços do Concelho.

Um dos pontos altos na edição deste ano, com o tema “Profissões na Poesia, a Poesia nas Profissões”, é um passeio poético a bordo do “Maravilha do Sado”, com a participação dos alunos do Grupo de Teatro da Escola Secundária Sebastião da Gama, num momento chamado “Pelo sonho é que vamos”.

Com início às 14h30, a jornada pelo Sado é destinada a munícipes com mais de 65 anos. As inscrições devem ser feitas previamente para o Museu de Setúbal/Convento de Jesus, com o telefone 265 537 890.

É com a música do Grupo de Percussão do Agrupamento de Escolas Luísa Todi que o evento arranca às 09h30, no exterior dos serviços centrais da Biblioteca Pública Municipal, onde decorre, meia hora depois, a apresentação dos livros “A Poesia Que Há Em Ti” e “O Teu Sorriso…Um Poema?”, da APPACDM de Setúbal, lançados XIX ExpressArte – Encontro de Expressões Artísticas.

Também às 10h00, realiza-se um momento de poesia por Isabel Bastos Nunes, da Casa da Poesia de Setúbal, e a leitura de poemas de Sebastião da Gama pelos alunos do 1.º ciclo da Escola Básica n.º 1 das Areias.

Das propostas musicais agendadas há participações de grupos do concelho, como o duo de flauta e guitarra e o coro infantil da Academia de Música e Belas-Artes Luísa Todi, com concerto marcado para as 11h30, na Galeria Municipal do Banco de Portugal, e o coro “Notas Soltas”, da Liga dos Amigos do Hospital de São Bernardo, às 14h30, na Casa Bocage.

Os polos da Bela Vista e de São Julião da Biblioteca Pública Municipal de Setúbal e a Biblioteca de Azeitão recebem, às 10h00, 11h15 e 14h30, respetivamente, a apresentação do livro infantil “4 Aventuras 1 Mistério”, com textos de Bento Passinhas e ilustrações de Célina, da editora Chiado Books.

Na Biblioteca de Azeitão, é ainda apesentado “O gigante que não sabia ler e a Maria que queria aprender”, pela escritora Sandra Batista, às 10h00.

Ainda na literatura, José Miguel Oliveira apresenta a seleção de fotopoemas “Na curva do tempo”, nos serviços centrais da Biblioteca, às 21h30. Também para se servir da palavra, o professor João Reis Ribeiro passa pelo Museu do Trabalho Michel Giacometti, às 18h00, e nos serviços centrais da Biblioteca Municipal, às 22h30, para proporcionar uma antologia poética dedicada a António Maria Eusébio.

Ao longo do dia 21, vários momentos poéticos vestem os espaços e equipamentos culturais da cidade. António Unguento e Maria Antónia Espingardeiro juntam-se para lerem poemas a serem escutados no polo da Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra da Biblioteca Municipal, às 10h00.

Mais tarde, os alunos da Escola Básica n.º 12 das Amoreiras instalam-se no polo de São Julião, pelas 14h30, para lerem poemas. Meia hora depois, momentos de declamação de poesia e uma aula aberta sobre “A Arte de Bem Dizer” vestem o auditório da Biblioteca Pública Municipal, com a participação de alunos da UNISETI – Universidade Sénior de Setúbal.

Antes da noite cair, Deolinda de Jesus canta fado na Casa do Corpo, às 18h30, numa sessão que inclui ainda leitura de poemas relativos ao mar.

A IX Maratona de Poesia de Setúbal conta também com um momento de declamação de poesia, a cargo de membros do Executivo municipal, das juntas de freguesia e outras personalidades, a partir das 17h30, no átrio dos Paços do Concelho, a que se segue uma atuação musical com o Núcleo de Poesia de Setúbal.

A música atravessa os poemas meia hora antes da meia-noite, com Isabel Bastos Nunes e Paulo Sanches a tomarem conta do auditório da Biblioteca Pública Municipal para animar a festa de celebração da poesia até ao último segundo.