18° Muito nublado
Simulacro de sismo na escolas

A Câmara Municipal de Setúbal assinala o Dia Internacional para Redução do Risco de Catástrofes, 13 de outubro, com a divulgação de iniciativas que visam constituir a Plataforma Local para a Redução do Risco de Catástrofes de Setúbal.


As Nações Unidas propõem como objetivo global para a edição de 2020 do Dia Internacional para Redução do Risco de Catástrofes o aumento substancial do número de países com estratégias locais de redução de catástrofes, com ações concretas de criação de Plataformas Locais de Redução do Risco de Catástrofes.

A Câmara Municipal de Setúbal, que já deu início ao trabalho de criação desta plataforma, aproveita o dia 13 de outubro para divulgar e convidar várias entidades do tecido empresarial, social e educativo da região a colaborarem ativamente neste projeto.

A autarquia definiu um roteiro de iniciativas para reforço da boa governança do processo de gestão do risco de catástrofes a nível local, nas quais as entidades vão ser desafiadas a participar, com o objetivo de constituir, até 13 de outubro de 2021, a Plataforma Local para a Redução do Riscos de Catástrofes de Setúbal.

A primeira iniciativa é a conceção do Regulamento da Plataforma Local para a Redução do Riscos de Catástrofes de Setúbal, com audição e consulta das partes interessadas, o qual, num segundo momento, será submetido a aprovação pela Câmara Municipal.

Segue-se a assinatura do Memorando de Princípio de Adesão à Plataforma Local para a Redução do Riscos de Catástrofes de Setúbal e, posteriormente, a tomada de posse dos membros que constituem a plataforma.

A autarquia vai ainda atribuir às entidades parceiras o certificado “Parceiro Resiliente do Município de Setúbal”.

Ainda no âmbito da constituição desta plataforma, serão elaborados a Estratégia de Resiliência de Setúbal e o Plano de Ação para implementação desta estratégia.