18° Possible Light Rain
Bebé Box - visita à maternidade do Hospital de São Bernardo

O vereador da Câmara Municipal de Setúbal com pelouro da Saúde, Ricardo Oliveira, visitou o puerpério do Hospital São Bernardo, na tarde de dia 19, numa ação de distribuição de ofertas de boas-vindas, as Bebé Box, a recém-nascidos e familiares.


A placa verde pendurada na porta do quarto com um mocho desenhado, anuncia a chegada à família do primeiro filho de Luciane Nascimento e David Silva. Lá dentro, reina o silêncio. Gabriel dorme no colo do pai.

O casal de fisioterapeutas é uma das famílias que ontem foram contempladas com a oferta das renovadas caixas Bebé Box, iniciativa da Câmara Municipal de Setúbal, em parceria com o Hospital São Bernardo, que celebra a vida e o nascimento de crianças no concelho.

“É um gesto simpático, vamos com toda a certeza dar uso a esta oferta. É sempre bom quando sentimos que somos lembrados pela nossa cidade”, aponta Luciane.

A renovada Bebé Box apresenta-se agora com uma nova imagem gráfica e inclui um babete e um roupão de banho de tecido turco de cor branca e tons azul-água alusivos à cor do rio Sado.

“Esta é uma forma de dar um sinal, uma mensagem de confiança, de que vale a pena viver e celebrar a vida, constituir família e trazer alegria para as ruas da cidade”, referiu o vereador Ricardo Oliveira.

O kit inclui ainda um folheto com o calendário de vacinas do Programa Nacional de Vacinação, sendo também oferecido aos pais o cartão “Olá, Bebé! Olá, Mundo!”, onde é possível anotar os primeiros dados da criança, nomeadamente o nome, data, hora e local de nascimento, peso e medidas do recém-nascido.

Foi precisamente o que fizeram os pais do bebé Kelson. Após terem recebido o kit, colocaram de imediato a identificação do primeiro filho no cartão incluído na Bebé Box.

“Toda a ajuda agora é preciosa, vamos de certeza usar o kit. Por agora ainda estamos a cair na realidade. Quando o vi, chorei mais eu do que ele. Não consigo explicar a sensação das lágrimas na minha cara”, descreve o pai, Luís Reimão.

O Gabriel e o Kelson, bem como o Henrique, a Rita, o Martim, a Carolina, a Alicia, o Santiago, o Josué e a Jade são alguns dos bebés que, por estes dias, permanecem no Hospital São Bernardo, num total de 23 partos ocorridos na maternidade entre os dias 16 e 19 e que, semanalmente, podem chegar à meia centena.

“Temos uma maternidade cheia. É um momento bonito, em que vemos um conjunto de pais jovens e outro de pais com mais experiência, todos cheios de confiança, alegres e felizes pelos nascimentos destas crianças”, referiu Ricardo Oliveira, que distribuiu as novas Bebé Box numa visita em que esteve acompanhado pelo diretor clínico do Centro Hospitalar de Setúbal, Nuno Fachada.

A oferta das Bebé Box é feita ao longo do ano através da colaboração existente entre a Câmara Municipal e o Centro Hospitalar de Setúbal, assegurando-se, assim, a distribuição dos kits no Hospital de São Bernardo.

Para Nuno Fachada “esta ação representa a vida. Representa o presente e o futuro e simboliza que o município está com o hospital”, numa fase em que a maternidade está a registar um maior número de nascimentos, tendo a meta de atingir dois mil partos por ano.

“O nosso objetivo passa também por garantir a segurança na gravidez e depois a segurança das crianças que aqui nascem e que aqui cuidamos”, frisou.

 O raciocínio de Nuno Fachada é interrompido pelo choro da bebé Carolina, primeira filha de Verónica Florêncio e Pedro Duarte.

O casal não esconde “alguma insegurança”, que diz saber “ser normal nesta fase”. Combinaram seguir o instinto de pais e, em casa, vão trabalhar em equipa.  

 Acordámos fazer turnos para tratar da bebé. É importante o descanso da mãe”, comenta Pedro Duarte, que vê a menina a sorrir enquanto dorme no colo maternal.

No último quarto da enfermaria, Alexandre Ferreira e Sandra Santos vivem “uma experiência completamente diferente”. Foram agora pais pela terceira vez, 18 anos depois do nascimento do primeiro filho.

Martim veio juntar-se “aos manos protetores”, Diogo e Marta, que com 7 anos deixa agora de ser a “caçula” da família.

“É tudo novo outra vez. Como pais, somos diferentes, com outra maturidade, aqui no hospital é também tudo diferente. Temos melhores condições físicas e humanas, temos o carinho destas visitas. Mais do que nos entregarem um presente é o gesto para connosco”, comenta Sandra Santos acerca da iniciativa Bebé Box.