24° Nublado
Centro Municipal de Natação de Águas Abertas | Inauguração

A abertura de equipamentos desportivos e a inauguração de um extenso mural, que torna mais atrativa uma das principais entradas de Setúbal, preencheram parte do programa da tarde das comemorações do Dia de Bocage e da Cidade, assinalado no dia 15.


As festividades associadas ao feriado municipal de Setúbal reservaram, para o período da tarde, a inauguração do novo Centro Municipal de Natação de Águas Abertas, resultado de um investimento de 75 mil euros, fruto de uma parceria estabelecida entre a autarquia e o Grupo Supera.

O novo centro desportivo está localizado no Parque Urbano de Albarquel, contíguo à baía da cidade, famosa internacionalmente por reunir as melhores condições para a prática de natação em águas abertas, tendo acolhido várias competições de cariz mundial, inclusivamente, apuramentos para Jogos Olímpicos.

“É mais um equipamento que resulta diretamente da estratégia municipal de devolver o rio Sado à cidade”, afirmou a presidente da autarquia, Maria das Dores Meira, sublinhando que “a zona ribeirinha de Setúbal é fruída intensamente e, como nunca, por todos os que gostam de mar e ar livre”.

As infraestruturas estão preparadas com balneários e sanitários, cacifos individuais, sala de reuniões e formação, chuveiros exteriores e zona de lavagem de material desportivo.

A inauguração contou com a presença do Executivo municipal, bem como de um conjunto de individualidades, como a diretora-geral da Supera Portugal, Sonia Eady, e de um grupo de jovens nadadores de águas abertas do Remo Clube Lusitano.

Durante a cerimónia, Maria das Dores Meira recordou que, nessa tarde, deveria também ter sido inaugurado o novo Centro Municipal de Atividades Subaquáticas de Setúbal, cerimónia cancelada devido ao recente falecimento de João Pedro Gomes, presidente da SulSub – Associação Náutica e Subaquática do Sul, parceira da autarquia para o desenvolvimento de atividades nestas novas instalações desportivas.

A partir deste equipamento vão começar a ser desenvolvidas, muito em breve, ações de formação especializada e batismos de mergulho, além de atividades relacionadas com a investigação científica subaquática.

“Tal como dissemos, nos últimos anos, que queríamos Mais Setúbal, afirmámos com a mesma insistência que a esta visão estava associada a ideia de ter Mais Rio. E aqui estamos hoje a concretizar mais uma etapa dessa visão, cumprindo aquilo com que nos comprometemos perante os setubalenses”, salientou Maria das Dores Meira.

A presidente da Câmara Municipal elogiou o envolvimento e a dedicação demonstrados pelos técnicos municipais mais próximos dos projetos dos novos centros municipais, em particular do de águas abertas. “Perante um orçamento limitado, foi graças a eles, ao seu espírito de iniciativa, que foi possível apetrechar estas instalações tal como as vemos hoje. Quem não souber disto e entrar neste centro desportivo vai pensar que foram as melhores empresas do país a executar os trabalhos.”

O envolvimento próximo dos serviços municipais em projetos com impacte significativo na realidade da cidade e do concelho foi também realçado por Maria das Dores Meira na inauguração da reabilitação urbanística e de um mural com 300 metros de comprimento, que agora dá as boas-vindas à entrada urbana através da Estrada Nacional 10, na ligação a Azeitão.

Com trabalho do decorador João Maria e do artista de arte urbana Ivo Santos, conhecido por Smile, o projeto implicou trabalhos profundos de reabilitação da área intervencionada, nomeadamente com arranjos paisagísticos e de espaços verdes, todos executados por equipas municipais.

“Foi feito aqui um grande trabalho da Câmara Municipal em recuperar este espaço verde. Foram os nossos serviços que fizeram este trabalho de recuperação. Por exemplo, as âncoras foram recuperadas nas nossas oficinas, assim como a palavra ‘Setúbal’, adquirida para a Cidade Europeia do Desporto [2016] e guardada nos nossos armazéns”, indicou a presidente da autarquia.

O projeto implicou a recuperação de uma área significativa, contígua à EN 10, à entrada de Setúbal na ligação com Azeitão. Os espaços verdes foram arranjados, muros e imobiliário urbano pintados e recuperados e foram colocados vários elementos decorativos alusivos à cultura setubalense, com ligações especiais ao mar e à Serra da Arrábida.

Âncoras e um pequeno bote adornam a zona ajardinada, dando início à leitura de um mural grafitado por Smile e que se prolonga por uma extensão de 300 metros.

O artista, um dos condecorados com a Medalha de Honra da Cidade nas cerimónias oficiais do Dia de Bocage e da Cidade, realizadas durante a manhã, explicou que “o objetivo do mural é uma homenagem aos pescadores típicos de Setúbal. Esta temática depois casa com outra importante temática local, a fauna da Arrábida”.

Assim, o extenso mural incorpora várias imagens, desenhadas em estilo ultrarrealista, alusivas a atividades piscatórias e a diferentes animais que incorporam a biodiversidade da Arrábida, caso da raposa.

Vizinhos do novo mural, Hugo e Sara Freitas fizeram questão de marcar presença na inauguração do espaço.

“Há 40 anos que vivo aqui e nunca vi este sítio tão bonito como está agora”, afirmou Hugo Freitas.

A mulher, Sara, sublinhou que “foi um prazer acompanhar a evolução dos trabalhos todos os dias, até mesmo ver o empenho dos vários funcionários, desde os arranjos das flores até à pintura da parede, que está linda”.

Todo o projeto de recuperação urbanística está complementado com um sistema de iluminação, tornando-o visualmente ainda mais impactante durante o período noturno. 

Durante a tarde, as comemorações do 15 de Setembro, feriado municipal, proporcionaram visitas à Casa Bocage e incluíram a realização do peddy paper

“Aqui Sou Livre”, centrado nos bairros dos Pescadores e Grito do Povo.